CASA & DECOR

Cortinas: acessórios ou itens indispensáveis na decoração?

As cortinas podem transformar um ambiente. Para não errar na hora de escolher a sua, saiba qual o melhor comprimento, tecido, entre outras coisas!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/01/2017 às 18:14
Atualizado às 16:51

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ter as paredes da casa forradas por janelas, favorecendo a ventilação, além da entrada de luz natural, é um ponto superpositivo na planta de imóvel. Tudo o que é demais, porém, incomoda, não é mesmo?! A luz do sol que reflete na televisão ou aquele vento encanado em uma noite fria acabam com a sensação de conforto dentro de casa. Para resolver esses problemas, por que não lançar mão de cortinas? Elas controlam a luminosidade, funcionam como isolador térmico e, ainda, complementam a decoração. A designer de interiores Rosana Silva e a decoradora Sibelle Lira, da Bibix Gifts & Home deram dicas de como escolher a cortina ideal, incrementando o visual e o conforto dos ambientes. Confira!

sala com cortinas azuis

Foto: iStock.com/Getty Images

Privacidade

Vários são os papéis que a cortina pode desempenhar dentro do ambiente. Um dos mais importantes, talvez, refere-se à questão da privacidade, já que, quando fechadas, elas desviando a parte interna da casa, isolando sua intimidade dos olhos curiosos dos vizinhos.

Tecidos de cortinas

Existem no mercado cortinas feitas com vários tipos de tecido, entre sintéticos e naturais. Os mais nobres, como seda e linho, dão um ar de requinte e elegância ao ambiente, mas são mais frágeis. Portanto, não são aconselháveis para cobrir janelas que recebam muita insolação. Nesses casos, prefira as versões sintéticas.

Comprimento

Em janelas grandes (largas), o ideal é que sejam usadas cortinas compridas, que cheguem até o piso. Caso haja algum móvel encostado na parede, sob da janela, a barra da cortina deve ficar de 15 a 20 centímetros abaixo do peitoril.

No escurinho

Para bloquear a luminosidade e deixar o ambiente escurinho para dormir à tarde ou assistir a um filme, vale optar por tecidos mais pesados, ou cortinas duplas. Outra opção é colocar um blackout entre a janela e o tecido. Tipo de cortina feita em PVC, o blackout inibe de maneira eficaz a entrada de luz no cômodo.

Importante!

Ao escolher o tecido, leve em conta o estilo da decoração e o tamanho do ambiente. Cômodos pequenos pedem cortinas leves e esvoaçantes para não pesar. Quanto à cor, ela deve combinar com os outros elementos que compõem a decoração.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Rosana Silva e Sibelle Lira

LEIA TAMBÉM