4 erros mais comuns na reforma da casa

Arquiteto explica erros mais comuns e dá dicas para uma reforma na casa sem dores de cabeça

Existem medidas que podem ser tomadas para evitar os principais erros nas reformas de casa
Existem medidas que podem ser tomadas para evitar os principais erros nas reformas de casa - Shutterstock

por Mayra Cardozo
Publicado em 31/05/2022 às 18:00
Atualizado às 18:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pode até parecer bobagem, mas muitas reformas e construções acabam dando errado por conta de pequenos deslizes, que poderiam ser facilmente evitados. Por isso, é importante saber algumas dicas de medidas que podem ser tomadas antes das reformas e durante elas para evitar os principais erros possíveis, viu?

Assim, confira a seguir as dicas do arquiteto Bruno Moraes sobre quais são os principais erros nas reformas da casa e como solucioná-los:

Orçamento estourado

Esse é disparado um dos principais erros das reformas, muitas vezes fazendo até com que a obra precise ser pausada. Para não cair nessa cilada do orçamento estourado, a dica é fazer um planejamento detalhado do projeto antes, para saber exatamente o quanto será gasto em cada parte e como usar o dinheiro da melhor forma.

Isso porque, a partir de uma boa análise, você evita gastar mais do que o necessário, além de não passar aperto com a falta de materiais.

“Eu sempre uso o exemplo da receita de bolo para falar de uma reforma. Afinal, se você não seguir as quantidades corretas de insumos, todo o trabalho vai desandar. Portanto, quantos sacos de cimento serão necessários com base no tamanho do imóvel? Qual a metragem de tubulação que será preciso utilizar? E, quantas latas de tinta são recomendadas para pintar tudo? Todas essas perguntas precisam ser feitas”, exemplifica Bruno.

Atrasos na obra

Outro problema comum são os atrasos durante as obras. E, para não colocar os prazos em risco, uma boa solução é ter um cronograma organizado e acordado com os profissionais que farão a reforma, com a apresentação de todas as etapas e processos.

cronograma
Criar um cronograma é muito importante para o andamento da reforma — Shutterstock

Mão de obra desqualificada ou sem referências

É preciso conhecer muito bem a empresa ou os profissionais antes de contratá-los para algum tipo de trabalho, viu? Bruno recomenda que os moradores busquem referências antes, como perguntar para os amigos, pesquisar perfis de Instagram de escritórios de arquitetura e design, olhar quais são os clientes atendidos ou até mesmo visitar algum endereço que ficou pronto.

“Costumo dizer que o melhor cartão de visita é uma reforma bem-feita. Só assim você vai evitar a contratação de mão de obra desqualificada”, explica o profissional.

Além disso, Moraes comenta que o preço nem sempre é o melhor fator para decidir qual profissional escolher. “Meu conselho é: não escolha um profissional baseado somente no preço porque o resultado pode não ser o esperado”, diz o profissional. Por fim, Bruno acrescenta que contratar profissionais sem referências ou apenas pelo preço também pode fazer com que haja mais chances de você sofrer um calote, então é realmente preciso tomar muito cuidado nesse momento.

Arrependimentos

Os arrependimentos com o resultado final também são um problema clássico das reformas, não é mesmo? E o pior é que, nesses casos, muitas vezes acaba sendo necessário gastar ainda mais tempo, dinheiro e energia para contornar a situação.

Por isso, Bruno ressalta a importância de um bom planejamento, em que estejam especificados todos os detalhes.

“Dos pequenos aos grandes pontos, tudo precisa estar especificado: quais são os acabamentos? Que tipo de sensação você quer obter? Onde a lâmpada vai acender? Quanto mais detalhes, melhor! Afinal, tudo isso vai fazer parte da sua rotina”, explica ele.

Além disso, na hora de fazer as decisões sobre cores ou revestimentos, é importante não ter pressa. Testar tonalidades de tinta em um cantinho da parede, por exemplo, é algo que pode te ajudar a fazer uma escolha mais acertada.

Fonte: Bruno Moraes, arquiteto do escritório que leva seu nome.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.