Você sabe por que o cão é melhor amigo do homem? Descubra!

Há tempos que os cães ganharam a definição de: o melhor amigo do homem! Você consegue adivinhar o motivo? É pra lá de especial. Descubra!

cachorro-melhor-homem
FOTO: Shutterstock Images

Não é à toa que afirmam que o cão é o melhor amigo do homem. Os 14 mil anos de convivência foram mais que suficientes para fazer um entender o outro.

 

cachorro-mulher-blake

FOTO: Reprodução

 

Para começar, o ser humano consegue entender que tipo de emoção o cão está sentindo pela forma como percebe seu latido, segundo um estudo publicado no periódico especializado Biology Letters. Participaram da pesquisa 39 pessoas expostas a diversos sons não-verbais, como o de uma mãe rindo com seu bebê, um homem roncando e um cachorro uivando e latindo.

Os participantes foram questionados se os sons eram positivos ou negativos e qual sua intensidade emocional, e os pesquisadores constataram a existência de uma relação entre a forma como os ouvintes classificavam os sons e a acústica desses ruídos. Os sons com duração mais curta, sejam emitidos por humanos ou por cães, eram considerados mais positivos do que os sons de duração mais longa.

E essa compreensão de sentimentos é recíproca, já que os cães também têm áreas dedicadas ao processamento da voz, como demonstraram os pesquisadores da Universidade de Glasgow, na Grã-Bretanha, por meio de exames de ressonância magnética.

 

criança-bebe-cachorro

FOTO: Reprodução

 

Os testes buscaram verificar como os cães processam diferentes tipos de sons, incluindo vozes, latidos e ruídos naturais. Sons de alegria, como a risada de uma criança, fizeram o córtex auditivo primário dos bichos se iluminar mais do que no caso de sons desagradáveis – o mesmo acontece com o cérebro humano, mostrando que os animais têm mecanismos similares para processar o sentido social do som.

Outro estudo, realizado na Emory University, nos Estados Unidos, aponta que o cérebro dos cachorros processa emoções também de forma semelhante ao cérebro humano. Segundo o autor da pesquisa, Gregory Burns, essa habilidade pode ser comparada à consciência de uma criança.

Na pesquisa, foram realizados mapeamentos do cérebro de cães usando a ressonância magnética, que revelaram que a estrutura e o funcionamento do órgão são bastante parecidos com os dos humanos em relação aos processos de memorização e aprendizado.

 

cachorro-ser humano-pernas-patas

FOTO: Reprodução

 

Esse e muitos outros estudos já realizados derrubam a ideia do filósofo francês René Descartes, que afirmava que os animais eram como máquinas, não sentindo emoções e sequer dores. Os cães, inclusive, são considerados os animais com mais “inteligência social”, como afirma um estudo realizado durante 18 anos nos Estados Unidos.

Segundo o antropólogo Brian Hare, outros animais podem até ser mais inteligentes, mas nenhum supera a capacidade do cão interpretar os gestos humanos e usar isso a seu favor. Por exemplo, em um dos testes, uma pessoa segurava uma bolinha de tênis e jogava para o cão pegar. O animal conseguia saber se a bolinha ia para a esquerda ou para a direita estudando a expressão facial e os gestos do humano.

 

mulheres-cachorros

FOTO: Reprodução

 

Essa ligação entre homem e bicho foi explorada também pela especialista em comportamento canino Patricia McConnel, em seu livro “Cães são de Marte – Donos são de Vênus”, onde tira dúvidas e conta história sobre os animais que já passaram por sua vida e também sobre seus donos.

“A chave da amizade entre homens e cães é que se trata de uma ligação puramente emocional. O cão tem uma competência ímpar para comunicar seus desejos de comida, água, carinho e necessidade de um passeio. Ele também é capaz de ler as emoções de seus donos e responder apropriadamente a elas, num fenômeno que os especialistas chamam de ressonância afetiva, afirma a pesquisadora.

 

LEIA TAMBÉM

 

Texto: Redação Alto Astral  Edição: Nathália Piccoli