Bruno Gagliasso registra queixa contra socialite que fez ofensas racistas a Titi: “não vai ficar impune”

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, pais de Titi, registraram queixa de racismo, injúria racial e difamação contra a socialite Day Mcarthy, que ofendeu Titi

Bruno Gagliasso, Titi e Gio Ewbank

Na manhã dessa segunda (27), o ator Bruno Gagliasso abriu uma queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) contra a socialite Day Mcarthy, que fez ofensas racistas à filha do ator com Giovanna Ewbank, a pequena Titi, de apenas quatro anos. “Não vai ficar impune. A delegada foi bem clara pra mim: ‘Bruno, ela cometeu um crime. Ela pode estar em qualquer lugar do mundo, ela vai ter que responder por isso”, afirmou o ator em entrevista para o G1. Ainda de acordo com Bruno, a socialite já cometeu outros crimes e a polícia já tem informações sobre seu endereço.

O ator também fez um pedido para as pessoas que se sentiram ofendidas com o crime. “Isso acontece todo dia. Cabe a gente, todo mundo que se sentiu ofendido, que quer fazer a diferença no mundo, de fato, fazer, falar. É muito importante que todo mundo que se sentiu ofendido venha e preste queixa”, disse Bruno ao G1.  “Mais tarde, ela [Titi] vai ter a força suficiente e vai ter a inteligência suficiente pra fazer o que eu estou fazendo aqui e eu vou vir acompanhar. Não foi a primeira vez, não sei se vai ser a última. Obviamente não será, mas ela vai ser forte, vai ser instruída a isso”, comentou.

No último domingo (26), Giovanna Ewbank publicou uma resposta às ofensas racistas usando suas redes sociais. “Bom domingo com amor e a pureza de uma criança. A todos que têm nos mandado mensagens sobre o acontecido, racismo é crime, e já estamos tomando as devidas providências perante a lei. Obrigada”, escreveu.

Entenda o caso:

LEIA TAMBÉM