Brinquedos para crianças: saiba qual o melhor para a idade do seu filho

Cada idade precisa de um estímulo diferente e os jogos podem ser ótimos aliados

Crianças entretidas com brinquedos supervisionadas por um adulto
Por Luis Felipe Silva - 27/11/2017

Escolher os brinquedos certos pode ajudar na formação intelectual e motora de seu filho. (FOTO: iStock.com/Getty Images)

Brinquedos são importantes para a infância das crianças. Porém, os pais percebem a necessidade de escolher peças que se adequem à idade dos pequenos, que crescem rapidamente e precisam de novidades. Para ajudar no momento de escolha, o professor Roger Hansen, especialista no assunto, indica o que é melhor em cada faixa etária.

Muitos brinquedos podem atrapalhar o desenvolvimento das crianças que acabam não conseguindo se concentrar em um objeto devido ao grande números de estímulos. Quanto mais simples os brinquedos, maior a sua capacidade de estimular a  imaginação dos pequenos. Por isso, vale a pena pesquisar em lojas de objetos educativos.

“Toda criança tem seu brinquedo predileto e mesmo que sema comprado novos brinquedos, os prediletos devem ser mantidos, pois significam algo para essa criança e devem ser preservados”, afirma. Conheça então, quais os melhores brinquedos de acordo com a faixa etária da sua criança.

Os melhores Brinquedos:

  • 0 a 6 meses

Objetos de diferentes cores. formas e texturas que produzam sons distintos.

  • 6 meses a 1 ano

Peças um pouco mais pesadas que a criança tenha que pegar com as duas mãos, que ofereçam uma complexidade um pouco maior.

  • A partir de 1 ano

A criança entra numa fase de construção, então é interessante oferecer brinquedos que elas possam empilhar ou colocar um do lado do outro.

  • 1 ano e 6 meses a 2 anos

O pequeno precisa de vários objetos iguais para que possa colecionar, ordenar por tamanho ou cor. Ele quer quantidade.

  • 3 anos

Os bonecos começam a ser introduzidos, pois a criança passa a ser capaz de desenvolver as histórias ao redor de seus objetos.

  • 4 a 6 anos

Com a inteligência mais desenvolvida, a criança começa a se interessar por jogos de tabuleiro em que possa planejar estratégias.

  • 7 a 10 anos

Jogos que envolvam linguagem e brinquedos que simulam a vida adulta como casinhas em miniatura. O pequeno começa a brincar sem a necessidade de objetos concretos.

 

VEJA TAMBÉM:

Consultoria: Roger Hansen, professor doutor em educação e diretor do Colégio Acadêmico Florença.

Edição: Luis Felipe Silva