Brinquedos ideais para crianças de até 1 ano

Conheça as fases de desenvolvimento do bebê, do recém-nascido até 1 ano, e descubra quais os brinquedos ideais para a criança.

criança-brincando-varios-brinquedos-no-chao
FOTO: Thinkstockphotos.com

Desde o nascimento até completar o primeiro ano de idade, as crianças desenvolvem diferentes capacidades a cada mês de vida. Os brinquedos são uma ótima forma de trabalhar as habilidades dos pequenos, nas principais fases de seu desenvolvimento. Confira:

mulher-com-bebe-no-jardim-sorrind

FOTO: Shutterstock.com

De recém-nascido até 1 mês

O bebê ainda não consegue segurar objetos intencionalmente, só por reflexos. Nessa fase, é importante estimular os sentidos do pequeno, cantando e abraçando. “Exagere nas fisionomias”, recomenda a pedagoga Karen Kaufmann Sacchetto.

Nessa fase, o bebê: observa um rosto, reage aos sons e eleva a cabeça.

Brinquedos que estimulam: aqueles que emitem sons e imagens, e que ficam acima do rosto do bebê, como os móbiles.

De 1 a 2 meses

Nessa fase, o pequeno passa a ter suas primeiras reações intencionais. Ele diverte-se quando é levado ao alto e gosta de fixar o olhar em objetos atraentes e coloridos. “Invista nos móbiles e nos brinquedos com texturas, que imitem sons ou que tenham guizos em seu interior”, indica a especialista.

Nessa fase, o bebê: sorri quando estimulado, abre as mãos, emite sons e movimenta ativamente os membros.

Brinquedos que estimulam: móbiles coloridos que atraiam a atenção do bebê.

Veja também
Como estimular a audição dos seus filhos
Primeiros passos: cuidados com o bebê
6 atividades para fazer com os filhos em casa

De 2 a 4 meses

Agora, o bebê pode responder ativamente aos contatos sociais. Por isso, fique à frente do seu bebê, converse com ele. Observe se ele sorri e emite sons como se estivesse respondendo aos seus estímulos.

Nessa fase, o bebê: segura objetos, emite sons e quando está de bruços, consegue levantar a cabeça, apoiando-se nos antebraços.

Brinquedos que estimulam: chocalhos de mão e ginásio de chão (você pode montar o seu ginásio: um tapete macio com brinquedos que as crianças não consigam engolir ou se machucar).

De 4 a 6 meses

O pequeno consegue ficar mais tempo segurando um objeto. Ele também volta a cabeça para a direção de onde vem algum som. “Uma boa opção são os tapetes com sons e espelhos, pois o bebê já é capaz de se reconhecer”, sugere a pedagoga.

Nessa fase, o bebê: procura ativamente os objetos com as mãos, leva objetos à boca, localiza o som e consegue rolar.

Brinquedos que estimulam: aqueles que podem ser levados à boca sem machucar a criança; os que emitem sons, luzes e cores e ginásio de chão, para que ele possa rolar.

bebe-sorrindo-engatinhando-no-chao

FOTO: Shutterstock.com

De 6 a 9 meses

A criança já pode interagir com jogos simples e busca por algum objeto de desejo. Compre bichinhos de pelúcia, bonecos e livros plásticos para o banho.

Nessa fase, o bebê: brinca de esconde-achou, transfere objetos de uma mão para outra, duplica sílabas e senta-se sem apoio.

Brinquedos que estimulam: o engatinhar, como carrinhos que se movem; brinquedos de empilhar, musicais, com discadores e botões e que estimulem o desenvolvimento da linguagem.

De 9 meses a 1 ano

A linguagem está em pleno desenvolvimento! Os pequenos já conseguem se concentrar por mais tempo na hora de ouvir histórias e repete tudo o que escuta. A partir de 1 ano, o bebê imita sons e já reconhece objetos. Adora brincar de espalhar tudo o que vê pela frente para depois “guardar” ao seu modo.

Nessa fase, o bebê: imita gestos, como bater palmas ou dar tchau; realiza uma conversação, mesmo que incompreensível, consigo mesmo ou com pessoas ao redor; reconhece objetos e anda com apoio.

Brinquedos que estimulam: brincadeiras com música, que desenvolvam o levantar e andar e brinquedos de puxar e esticar.

Consultoria: Karen Kaufmann Sacchetto, pedagoga. Revisão: Michelle Albuquerque