Segundo a Bíblia, Jesus Cristo não foi o único que ressuscitou. Entenda!

Jesus Cristo não foi o único que ressuscitou? Passagens da Bíblia comprovam que, além dele, outros personagens conheceram a ressurreição. Saiba mais!

cruz-Jesus Cristo-bíblia
FOTO: iStock/Getty Images

Pouquíssimas pessoas dirão que nunca ouviram falar nesta versão bíblica: Jesus Cristo crucificado por Pôncio Pilatos, morto na cruz para redimir os pecados da humanidade e ressuscitado. O renascimento de Jesus é um relato bíblico que se popularizou, mas ele não foi o único que se levantou dos mortos para reencontrar as pessoas em vida. E isso, para alguns, é novidade.

 

mãos-bíblia-Jesus Cristo

FOTO: iStock/Getty Images

 

Sim: a Bíblia traz outros relatos de ressurreição. Porém, eles dividem opiniões, já que para alguns cristãos, só podem ser reconhecidos os casos de ressurreição depois da passagem de Jesus pelo mundo. Outros afirmam que todos nós podemos ressuscitar. E, existe ainda aquele grupo que só acredita na ressurreição de Jesus, não admitindo nenhuma outra história sobre essa passagem pela morte seguida da volta à vida. Conheça alguns desses casos!

 

“Lázaro, sai para fora!”

É o evangelho de João que narra aos cristãos como aconteceu a ressurreição de Lázaro. Na cidade de Betânia, próximo a Jerusalém, residem três irmãos. No entanto, um deles, Lázaro, adoece e suas irmãs Marta e Maria, rapidamente, pedem a Jesus que venha visitá-lo na esperança de que interceda pelo enfermo. Mas Jesus, ao saber da notícia, proclama que a doença de Lázaro não é mortal, mas é para a glória de Deus.

Quando Jesus tem a oportunidade de ir até Betânia fazer finalmente a visita ao doente, ele o encontra sepultado há quatro dias. Diante dos lamentos das irmãs, ele visita o túmulo e profere: “Lázaro, sai para fora!”. Em seguida, o evangelho narra que as palavras de Jesus foram atendidas. Lázaro sai para fora e vai ao encontro de Jesus e de suas irmãs, ainda que entre panos enrolados. Nesse episódio, Jesus afirma uma das frases que ficaram conhecidas no mundo todo pelos fiéis da religião: “Eu sou a ressurreição. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. E quem vive e crê em mim jamais morrerá” (João 11:25,26).

 

homem-bíblia-Jesus Cristo

FOTO: iStock/Getty Images

 

“Tabita, levante-se”

O livro dos Atos dos Apóstolos conta que, na cidade portuária de Jope, morava uma discípula católica participante do ministério social cristão. Ela frequentemente realizava ações de caridade e ajudava os mais necessitados do lugar onde morava. Um dia ela adoeceu, não resistiu ao estado de saúde e faleceu. Todos os parentes e pessoas próximas ficaram tristes e se encarregaram de lavar o corpo e, em vez de enterrá-lo, colocaram em um cenáculo – local semelhante a um templo de oração.

Quando ficaram sabendo que o apóstolo Pedro visitava uma cidade próxima a Jope, mandaram chamá-lo para interceder pela alma da mulher. No local, Pedro orou, ajoelhou e pediu: “Tabita, levante-se!”. Imediatamente, ela abriu os olhos, levantou e sentou ao lado do apóstolo. Em seguida, ele chamou as viúvas, as pessoas que antes estavam no cenáculo e mostrou Tabita viva. Essa história de ressurreição se espalhou e serviu para reafirmar a crença nos seguidores de Jesus.

 

“Fazei a alma do menino regressar”

Depois de passar por uma grande seca e viver com dificuldades, Elias foi para a cidade de Serepta, onde foi acolhido por uma viúva que dividiu o que tinha com ele, mesmo com o cenário de escassez de alimentos.

Tempos depois, o filho dela foi acometido por uma grave enfermidade e morreu. Elias, vendo o sofrimento da mulher e querendo retribuir por todo o zelo que ela ofereceu, pediu a Deus que intercedesse pela alma do menino, devolvendo a vida à criança. Assim foi feito: o menino acordou da morte.

 

cruz-Jesus Cristo-bíblia

FOTO: iStock/Getty Images

 

LEIA TAMBÉM

 

TEXTO: Redação Alto Astral  EDIÇÃO: Nathália Piccoli