Você sabe quais são os benefícios do vinho para a saúde?

Os benefícios do vinho para a saúde são inúmeros: regularização da pressão arterial, prevenção de problemas na visão e muito mais!

Por Larissa Mortari - 20/03/2017
Os benefícios do vinho para a saúde envolvem questões como prevenção de inflamações e proteção ao coração.

São inúmeros os benefícios do vinho para a saúde. Foto Vinicius Tupinamba/Colaborador

Que as frutas são essenciais em uma dieta saudável, é do conhecimento de todos. O que, em alguns momentos, pode passar despercebido é que a uva, desafiando seu tamanho, é uma verdadeira gigante quando se fala em nutrientes. Isso porque, além dos benefícios ao ser consumida in natura, ela ainda compõe uma bebida saborosa e que faz muito bem ao organismo: o vinho. Descubra quais os benefícios do vinho para a sua saúde e beba sem medo – mas com moderação.

 

Os benefícios do vinho para a saúde envolvem questões como prevenção de inflamações e proteção ao coração.

São inúmeros os benefícios do vinho para a saúde. Foto Vinicius Tupinamba/Colaborador

 

“Dentre as bebidas alcoólicas, o vinho é a que mais traz vantagens à saúde. Mas isso só é verificado quando ele é consumido de forma regular e moderada, acompanhando as refeições e, o mais importante, por pessoas que não apresentem contraindicações ao seu consumo”, alerta o médico Jairo Monson.

Benefícios do vinho para a saúde

A combinação entre polifenóis e álcool é perfeita para a saúde, desde que seguidas as recomendações de consumo. “São mais de 200 tipos dessa substância antioxidante encontrada nos vinhos, em especial nos tintos”, afirma Monson. Isso acontece porque no preparo dos vinhos tintos, as cascas e sementes da fruta estão presentes no processo de fermentação e é justamente nelas que os polifenóis estão concentrados. O mesmo não acontece com os vinhos brancos, fermentados apenas com a polpa da fruta.

A relação álcool-polifenóis é a seguinte: na presença de álcool, o organismo é capaz de absorver mais polifenóis. Já a presença dessas substâncias faz com que o organismo absorva menos álcool. Ou seja, ambos se complementam. É por esse motivo que os benefícios do vinho são maiores quando comparado ao suco de uva.

 

O vinho é um aliado da saúde.

O consumo moderado de vinho traz benefícios à saúde. Foto Shutterstock

 

Sem dores: graças à ação anti-inflamatória dos polifenóis presentes no vinho, pessoas que sofrem com o reumatismo podem ter suas dores atenuadas se consumirem a bebida. “O resveratrol [tipo de polifenol] tem um efeito semelhante e superior a alguns anti-inflamatórios”, explica Monson.

Pressão nos níveis ideais: o consumo de vinho é capaz de manter a pressão arterial nos níveis ideais. Isso só acontece graças à interação entre o álcool e os polifenóis. No entanto, é preciso atenção: isso só vale para um consumo regular e moderado de vinho (até 300ml para homens ou até 200ml para mulheres diariamente), acompanhando as refeições.

Visão limpa: existem duas causas principais de cegueira em pessoas idosas: a catarata e a degeneração macular. A primeira acontece pela ação dos radicais livres no cristalino, a lente interna do olho, tornando-o opaco. A segunda é resultado de alterações na microcirculação da retina, região do olho em que a imagem é projetada e encaminhada ao cérebro. “Como os polifenóis do vinho são potentes varredores de radicais livres e melhoram muito a circulação, quem tem o hábito de beber vinho moderadamente possui 20% menos chances de cegueira em razão da idade”, explica Monson.

 

Texto Redação Alto Astral

Consultoria Jairo Monson, médico

 

LEIA TAMBÉM: