6 benefícios do abraço para lembrar que afeto também é saúde

O gesto é extremamente positivo para o bem-estar do corpo, mente e espírito

Benefícios do abraço
Foto: Reprodução

Você conhece os benefícios do abraço? Ainda que não seja recomendado sair por aí fazendo grandes demonstrações de afeto com todo mundo para evitar a proliferação de doenças, um gesto de carinho com aqueles que são mais próximos e que amamos pode ser extremamente positivo para a saúde do corpo, mente e espírito. Pensando nisso, nós separamos alguns motivos pelos quais devemos investir nesse gesto pelo nosso próprio bem.

Benefícios do abraço para aumentar sua qualidade de vida

Sensação de bem-estar

Um dos melhores benefícios do abraço é que ele é capaz de ativar os liberadores do hormônio da oxitocina, responsável pela sensação de bem-estar físico e emocional. Isto é, o simples gesto de carinho pode transformar os dias gerando uma maior sensação de prazer e segurança entre um casal, por exemplo. Desta forma, é por isso que nos sentimos tão bem e completos após abraçar alguém que amamos.

Afasta o estresse

Além de trazer sensações positivas ao organismo, a ocitocina também afasta aquelas que são ruins e prejudiciais à nossa saúde, como o estresse. Pessoas que possuem esse tipo de apoio social mais afetivo, estão menos propensas a desenvolver ansiedade, depressão e a sofrer com os efeitos do nervosismo. Tal teoria foi comprovada pela Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que revelou que um abraço consegue diminuir os níveis de cortisol e a norepinefrina, hormônios relacionados a esses transtornos.

Forma de comunicação

Nada melhor do que um abraço para que aqueles que amamos saibam como nos sentimos em relação a eles. Repita o gesto quantas vezes quiser para demonstrar carinho e trazer essa forma de apoio, que elevará o bem-estar de ambas as partes por conta da liberação de hormônios.

Melhora a memória

Um estudo realizado pelo Centro de Investigação Cerebral da Universidade Médica de Viena, na Áustria, mostrou que a liberação de ocitocina no organismo, além de todos os outros benefícios já citados, também contribui para um aprimoramento da capacidade de memorização.

Aumenta a imunidade

Um estudo realizado pela Carnegie Mellon University (CMU) examinou 404 adultos saudáveis e os perguntaram sobre os conflitos que estavam enfrentando e se recebiam abraços constantes durante esse período. Após essa primeira etapa, os participantes foram expostos a um vírus da gripe comum e examinados conforme o avanço da doença em cada organismo. Com o teste, os pesquisadores descobriram que aqueles que receberam mais abraços tiveram sintomas mais leves do que as pessoas que haviam recebido menos.

Diminui a pressão arterial

Se não bastassem os benefícios do abraço para a nossa saúde mental, eles também podem realizar verdadeiros milagres na manutenção de problemas do corpo. A ocitocina é responsável também por reduzir a frequência cardíaca e diminuir a liberação de cortisol na corrente sanguínea, fazendo com que a pressão arterial atinja níveis mais baixos.

Leia também: