Clareou demais? Use tonalizante para consertar a cor do fio

Se o resultado da coloração desagradou, a dica é usar o tonalizante, pois ele menos os fios e é uma boa opçãos para consertar outra química

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/08/2016 às 15:26
Atualizado às 12:21

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se após a descoloração e coloração, os seus fios ficaram claros demais, saiba que você pode optar por um tonalizante de um tom mais escuro que a cor atual. “O tonalizante não agride tanto os cabelos já coloridos, pois age na parte externa, ou seja, nas cutículas, revelando a cor através da luz”, considera Kelly Nascimento, hairstylist do Rio de Janeiro.

Mulher que precisa usar tonalizante

FOTO: Shutterstock.com

Escureceu demais!

Já se os fios estão escuros demais existem alternativas, mas é preciso analisar o estado em que as madeixas se encontram. Pode-se fazer uma limpeza com descolorante, que só é indicada para cabelos saudáveis ou, então, fazer algumas mechas, outra opção menos agressiva. Nestes casos, é preciso ter cuidado redobrado, pois muita química em pouco tempo sensibiliza o fio e, após isso, é fundamental fazer tratamentos para reconstruir a fibra capilar.

VEJA TAMBÉM

Negra loira: inspire-se no loiro das famosas

Como disfarçar os fios brancos?

Combine o corte de cabelo com a cor

Para evitar errar e usar o tonalizante

Muitas vezes, o arrependimento com o clareamento dos fios ocorre porque não houve uma análise entre o tom do cabelo e da pele. “Colorações amarronzadas, que puxam para amendoados, se encaixam perfeitamente na maioria das tonalidades de pele”, considera o hairstylist Adalto Couto. Apesar de as cores dependerem do estilo pessoal e do gosto das clientes, os profissionais revelam que é preciso ter cautela e optar por aquelas que mais combinam e contrastam com o tom da pele da cliente. Peles claras ficam bem com tons frios, já as peles morenas pedem cabelos em tonalidades mais quentes. Mulheres com cútis clara podem investir em tons de loiros-acinzentados ou vermelhos mais vivos, enquanto que as morenas aceitam os vermelhos-escuros e loiro-mel. As negras podem aderir ao marrom-quente e loiro-mel sem preocupações; já as orientais devem evitar tonalidades pastel e os tons acobreados e investir em bases marrom-escuras e avermelhadas.

Texto: Fernanda Vasconcelos/Colaboradora | Consultoria: Adalto Couto, hairstylist do salão Fino Capelli, do Rio de Janeiro; Kelly Nascimento, instrutora técnica do salão Walter´s Coiffeur Copacabana, do Rio de Janeiro

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.