Técnicas para disfarçar os defeitinhos em todos os tipos de fios

Todo mundo tem um defeito que quer esconder... E quando o problema está nos cabelos? Confira técnicas para encobrir as falhas em cada tipo de fio!

None
Foto: iStock.com/GettyImages

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/01/2017 às 18:14
Atualizado às 11:55

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para quem tem cabelo ralo ou falhas no couro cabeludo, o segredo é avolumar os fios. Imagine que a sua cabeça é uma floresta vista de cima, a maneira como você corta e ajeita as “folhas” pode aparentar uma mata grande e exuberante mesmo que haja “buracos de desmatamento”. Confira as técnicas para disfarçar os defeitinhos em todos os tipos de fios e tenha uma cabeleira exuberante!

Mulher ruiva sorrindo

Foto: iStock.com/Getty Images

Camadas

As técnicas de repicado e desfiado são ótimas para dar volume. “Quando o repicado é feito no comprimento e pontas (do meio até as pontas), cria-se volume e movimento em toda a extensão”, explica o hairstylist Cristhofer Glöe, do salão Blend Your Mind, de São Paulo. Mas é preciso cuidado: se as camadas já começam altas, as pontas ficam mais ralas.

Franja

É sempre uma aliada! Se você tem entrada, a cortininha ajuda ocultá-la. Opte pelas franjas que direcionam a ponta para alguma parte do seu rosto e cubram toda ou grande parte do topo da cabeça.

Coloração

Como o couro cabeludo é branco, prefira os tons mais claros de loiro. Mas, lembre-se de que a tintura e o descolorante enfraquecem o fio. “Toda coloração, por mais componentes de tratamento que contenha, sensibiliza os fios. Por isso, é sempre aconselhável realizar uma hidratação nos cabelos antes de colori-los”, ressalta Wagner Ferreira, cabeleireiro e técnico capilar do Espaço Wagner Ferreira. Depois das mechas ou coloração, se o cabelo ficou quebradiço, “é preciso fazer um tratamento reconstrutor para fortalecer a fibra do cabelo, reparar as áreas danificadas e proteger contra os danos externos”, explica Rafael Santos, hairstylist do salão Bellíssima Beauty II.

Finalize!

  •  Prefira uma escova modelada ou babyliss, usando mousse e modeladores, que oferecem a aparência de madeixas mais espessas.
  •  Já ouviu falar de combover? É uma forma de cortar e pentear as madeixas que deixa partes do cabelo maiores para cobrir outras. Experimente jogar a cabeleira para o lado com mais falhas.
  • É mito evitar o curto! Entretanto, não finalize a produção com os fios espetados e levantados desde a raiz, pois enfatiza o problema.

Texto: Bruna Giorgi/Colaboradora | Consultoria: Cristhofer Glöe, hairstylist do salão Blend Your Mind, de São Paulo (SP); Rafael Santos, hairstylist do salão Bellíssima Beauty II, do Rio de Janeiro (RJ) e Wagner Ferreira, hairstylist e técnico capilar do Espaço Wagner Ferreira, de São Paulo (SP)

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.