Com qual técnica eu vou? Confira os diversos tipos de repicado para os curtos!

Com os cabelos curtos, você pode ousar nas técnicas de repicados para ficar cada vez mais moderna! Confira dicas e arrase no visual

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 17/03/2017 às 18:54
Atualizado às 11:47

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quer mudar a cara do seu curtinho? Antes de tomar essa decisão, é importante saber o que cada técnica de repicado proporciona às madeixas e para qual tipo de cabelo é mais indicada. Assim, você poderá inovar sem medo e ainda obter o efeito desejado!

O BÊ-Á-BÁ DO REPICADO

Esse corte é versátil e consiste em dar movimento e leveza aos fios. “Ele é feito para que o caimento e o movimento fiquem em evidência, valorizando o formato do rosto ou o tom da coloração, por exemplo”, afirma Rodrigo Alves, hairstylist do salão Blend Your Mind. Segundo o profissional, o corte repicado é indicado para todo tipo de fio, e o efeito vai depender do grau em que a mecha é cortada – quanto mais elevado for, maior é o efeito de movimento aparente

1. TEXTURIZADO

Atualmente é o queridinho dos salões, pois ele consegue oferecer volume e, ao mesmo tempo, diminuí-lo em determinadas áreas do cabelo. “O repicado texturizado é perfeito para fazer no final do corte, já com os fios secos e escovados”, sugere Rodrigo Alves. Essa técnica pode ser realizada em qualquer tipo de fio, desde os mais grossos, ondulados e crespos, até os mais finos e lisos.

2. PERFILADO

A técnica é feita deslizando a tesoura sobre a mecha ao longo do cabelo, e é ideal para reduzir o volume das madeixas. “O perfilado é o corte aplicado na parte da frente do cabelo e acompanha o contorno do rosto. Para conseguir um perfilado perfeito, é indicado que o corte seja realizado com tesoura fio a laser”, explica Mariana Martins, educadora da Soft Hair Cosmeticos.

Mulher, loira, cabelo curto

Foto: Shutterstock.com

3. PICOTADO

Esse estilo oferece naturalidade aos fios, além de aumentar o volume e dar balanço. “O repicado picotado é diferente do corte de linha reta, pois, na hora do caimento, ele oferece muito mais leveza. O corte repicado pode ser feito direto ou, até mesmo, começar com um corte reto e, em seguida, fazer a picotagem dos fios”, alega o hairstylist Rodrigo Alves. Essa técnica é feita com a ponta da tesoura na vertical e deve ser evitada por quem procura controlar o volume dos cabelos.

4. EM CAMADAS

Se você deseja obter volume e balanço nos fios, comece com as camadas! “O estilo nada mais é do que a elevação da mecha a ser cortada. E ele proporciona movimento aos cabelos. Mas, se elevar demais a mecha em um cabelo volumoso, por exemplo, você pode dar ainda mais densidade às madeixas”, alerta o hairstylist Rodrigo Alves. Segundo ele, existem quatro tipos de elevações nesse corte: baixa, média, alta e superalta.

Texto: Juliana Borges | Consultoria: Mariana Martins, educadora da Soft Hair Cosmeticos; Rodrigo Alves, hairstylist do salão Blend Your Mind, de São Paulo

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.