MODA & BELEZA

Saiba como eliminar de vez a papada!

Quer dar adeus à papada ou ao "queixo duplo"? Veja as dicas e saiba como eliminar de vez a flacidez e o excesso de pele nessa região!

None
Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/09/2016 às 15:45
Atualizado às 20:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Com o passar do tempo, parece impossível evitar o aparecimento da flacidez e das gordurinhas localizadas no pescoço, formando aquilo que muitas pessoas detestam: a papada, ou “queixo duplo”. Porém, você sabia que é possível evitar e prevenir seu surgimento? Com uma alimentação correta e hábitos de vida saudáveis, a papada pode ir embora de vez!

O que causa a papada?

Muito se engana quem acha que a papada só aparece para quem está com excesso de peso. Outras causas bem comuns são o excesso de pele e flacidez muscular na região. Algumas pessoas ainda apresentam a papada por possuir mais de um ou todos os fatores mencionados.

Segundo a consultora estética Rebeca Lemos, da Vip Clinique no Rio de Janeiro, pessoas com mais de 40 anos normalmente sofrem mais com esse tipo de problema. “Mas eu também tenho pacientes jovens que procuram a clínica para tentar diminuir a papada, já que o fator genético também contribui muito“, explica.

Saiba como eliminar de vez a papada!

Divulgação

Como eliminar a papada de vez?

No caso de papada causada pelo leve excesso de pele e gordura, tratamentos estéticos podem ser de grande ajuda, minimizando o problema. Aparelhos de radiofrequência, por exemplo, servem para diminuir a flacidez. Já para casos mais graves, onde o grau da papada é médio ou grande, a solução é a cirurgia plástica.

A cirurgia plástica para esses casos é a chamada cervicoplastia, que remove o excesso de pele, gordura ou flacidez do pescoço, rejuvenescendo a aparência da área.

Soluções possíveis para tratar a papada:

  • Carboxiterapia: tratamento muito usado também no combate à gordura localizada e à celulite, apresenta excelentes resultados contra flacidez. A carboxiterapia consiste na aplicação de gás carbônico (CO2), através da infusão nos tecidos. A aplicação do gás carbônico faz com que a pele se distenda e, em seguida, se retraia. Esse procedimento, resulta em uma melhora da flacidez no local.
  • Transion + gesso: esse recurso é utilizado para combater a papada leve, causada principalmente por flacidez da pele e do músculo. O tratamento, que pode ser feito separadamente, dependendo da indicação, combina a eletroestimulação do aparelho Transion com uma máscara de gesso lipolítico (à base de argila marinha).
  • Isogei facial: indicado para tonificar e enrijecer a musculatura facial e corporal. O Isogei promove uma supertonificação muscular por meio da estimulação elétrica computadorizada, porém, de forma isométrica. Ou seja, a corrente usada é mais alta, as contrações são mais demoradas e não provocam torções dos músculos.
  • Mesoterapia (intradermoterapia): são injeções para perda de gordura localizada. Os ativos injetados variam de acordo com a indicação do paciente.
  • Massagem modeladora: pode ser feita tanto sozinha quanto para complementar os outros tratamentos.

Saiba como prevenir a papada!

De acordo com o cirurgião plástico Vitório Maddarena Júnior, titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a ingestão das vitaminas A (presente em alimentos como cenoura, abóbora, manga e acelga), C (encontrada nas frutas cítricas, no pimentão e na batata) e E (contida no azeite, na castanha de caju e na rúcula) é uma boa arma contra a flacidez.

Saiba como eliminar de vez a papada!

Divulgação

“Para manter a estética do pescoço também é indispensável o uso de protetor solar ao longo da vida e, com o avanço da idade, vale a pena procurar um dermatologista para indicar tratamento com cremes específicos”, afirma.

Dica: Fuja das “lendas” populares que afirmam que mascar chiclete ou usar travesseiro alto ajudam a eliminar a papada. Essas afirmações são mitos e não funcionam na prática. O essencial é tomar cuidado com alterações no peso e não esquecer do protetor solar no dia a dia.

Consultoria: Vitório Maddarena Júnior, cirurgião plástico, titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e associado da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina (SBLM);  Rebeca Lemos, esteticista.

LEIA TAMBÉM