Guia de cores para afinar a silhueta

Veja um guia de cores para afinar a silhueta e arrasar

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 17/02/2010 às 07:31
Atualizado às 20:45

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Especialistas ensinam como as cheinhas podem combinar as tonalidades e arrasar no visual!

“No caso de tons muito intensos, como vermelho vibrante, amarelo
fluorescente, verde-bandeira, etc… deve-se tomar cuidado. Caso a pessoa
goste muito, deve usar em detalhes (nunca em cintos ou sapatos, que cortam a silhueta)”, ensina a personal stylist Aninha Pasternak.

Identifique seu tipo físico e valorize suas curvas:

Corpo oval (apresenta volume no abdome)

Procure desviar a atenção da barriguinha saliente, usando peças detalhadas na parte de baixo e neutras na superior. Sugestão: calça bege combinada com uma blusa fendi (é um bege mais escuro), com sapato escuro e acessórios em dourado.

Corpo pera (com os quadris mais largos)

A regra geral é usar peças com mais detalhes em cima e neutras embaixo. Sugestões: calça fendi e blusa bege mais clara; Vestidos com cintura marcada logo abaixo do busto; Saia evasê escorregando pelo quadril sem marcar.

Corpo retangular (ombros, quadril e cintura da mesma largura)

É preciso marcar a cintura. Sugestões: vestidos com quadris marcados e decotes V; Peças com recortes ou detalhes mais escuros na lateral.

Sobre listras e estampas:

* Listras verticais alongam, mas tenha cuidado com a largura delas – não podem ser muito estreitas nem muito largas – já as horizontais achatam.

* Já com as estampas, pode abusar dos poás (bolinhas) que devem ser de tamanho médio. Evite as geométricas, florais grandes e de bichos. Prefira as mais sutis, que não marcam muito.

* O estampado pode envelhecer, rejuvenescer e até confundir o olhar, portanto, se tiver dúvidas, evite! Sempre preste a atenção no formato e caimento da peça, que vão fazer toda a diferença no conjunto.

Preto emagrece?

Sim! Mas tem que ser aplicado corretamente: “escolha um look total black ou associe um tom mais claro na parte em que a pessoa possui menos volume”, revela Aninha.

Assuma o manequim!

* “Nunca use roupas fora do seu tamanho, muito apertadas (a síndrome do eterno 38) ou muito maiores que o seu tamanho”, alerta a especialista.
* Roupa é para valorizar a imagem pessoal e deve estar no tamanho correto, com barras (de mangas, de blusa e calça, se necessário), ombros e pences no lugar.

Texto: Gabrielle Nascimento
Consultoria: Aninha Pasternak, personal stylist e estilista da grife Virge-maria. Laila Cerqueira, consultora de Imagem e estilo do Senac-Rio.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.