Sem medo de mudar: dicas para não errar na hora de cortar as madeixas!

Nada pior do que mudar o visual e ficar insatisfeita com o resultado. Por isso, separamos algumas dicas para você não errar na hora de cortar as madeixas!

None
Foto: GlowImages/Latinstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/04/2017 às 19:03
Atualizado às 11:33

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Mudar o visual levanta a autoestima de qualquer mulher. E, para dar essa repaginada, nada melhor do que cortar as madeixas, mesmo que seja apenas aparando as pontas. Mas antes de entrar em um salão para encarar as tesouras e navalhas, aprenda com a hairstylist Ana Dias, do Rio de Janeiro, algumas dicas valiosas que podem salvar seus cabelos de um desastre total e ajudá-la a conquistar o look ideal para você.

Investigue!

Antes de mais nada, conheça o profissional a quem você vai entregar os seus cabelos. Lembre-se de que, depois de cortados, não dá para voltar atrás (como em uma tintura mal sucedida, por exemplo). Assim, antes de escolher o cabeleireiro, peça a indicação de amigas ou descubra quem foi o autor do corte maravilhoso daquela sua colega de trabalho.

Converse

Nada melhor do que o que o bom e velho diálogo na hora de explicar ao cabeleireiro o que você realmente quer. Só assim ele poderá analisar se o seu desejo é compatível com a estrutura do seu tipo de cabelo e com o formato do seu rosto. Assim, não tenha medo de perguntar tudo antes de passar a tesoura nos fios. Às vezes, vale a pena marcar um horário antes de cortar as madeixas só para conversar com o cabeleireiro.

Praticidade

Antes de optar pelo cabelo semelhante ao daquela atriz da novela, lembre-se de que as artistas possuem toda uma equipe para ajudá-las a ficar sempre lindas com as madeixas bem cuidadas. Ou seja, escolha um corte mais prático, que se adapte à sua rotina diária. Não adianta optar por um modelo que fique bonito apenas com escova se você não tem tempo para fazê-la.

Ocasiões especiais

Não faça nenhuma mudança drástica nos seus cabelos no dia de um evento importante, como formaturas, casamentos e festas. Você tem boas chances de não gostar do novo look e não terá tempo para tentar consertar o “estrago”. Corte para uma ocasião especial apenas um estilo que você já está acostumada e com um profissional de sua confiança.

Navalha!

Todo cuidado é pouco quando se trata dela. A velha conhecida das barbearias serve para desconectar, desfiar e tirar o volume dos cabelos e pode dar um efeito bem bonito às madeixas, sejam elas lisas ou cacheadas. Contudo, o resultado depende do ângulo que a navalha corta o fio, do seu tipo de cabelo e da habilidade do profissional. Se não tem certeza do resultado, é melhor não arriscar.

Volume!

Dar e tirar volume das madeixas depende do tipo de corte e de alguns tratamentos específicos. Se os fios são lisos, um modelo bem desfiado tende a diminuir o volume. Já os cabelos de base reta, em geral, costumam ficar naturalmente armados. Para domar as madeixas aneladas, é bom investir em hidratações profundas antes de escolher o corte.

Madeixas secas ou molhadas?

Qual é o melhor jeito para cortar os fios? Isso depende mais do estilo do profissional do que propriamente do modelo do corte. Mas lembre-se apenas de que os cabelos cacheados tendem a “encurtar” depois de secos, assim como as franjas. Com as madeixas secas, você vê exatamente como está ficando o corte e, principalmente, em qual comprimento.

Franja!

Será que essa cortininha cai bem em você? Mulheres de rosto oval, normalmente, ficam bem de franja e pessoas com testa grande podem usá-la como disfarce. Mas quem possui rosto muito redondo ou quadrado deve evitar.

Detestei! E agora?

Se estiver muito curto, é bom deixá-lo crescer um pouco antes de tentar arrumar. Aproveite acessórios e abuse dos lenços, faixas e presilhas. Se não estiver tão curtinho, repense e seja sincera com você mesma: a culpa é do cabeleireiro? Se sim, procure outro; agora, se foi você que não explicou o que queria e o profissional for de confiança, nada impede que você peça para ele “consertar” o corte.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.