MODA & BELEZA

Tesouradas poderosas: dicas para acertar no corte dos fios cacheados!

Entenda quais as melhores técnicas de corte para controlar o volume dos fios cacheados e deixar as madeixas sob controle!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 07/02/2017 às 18:53
Atualizado às 11:52

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Cortar fios cacheados é uma arte que exige muita técnica e prática, já que é preciso conhecer bem a textura e o caimento natural dos cachos para esculpir um cabelo impecável. Para começar, é bom saber que, em geral, os profissionais preferem trabalhar com as madeixas crespas secas, para que o resultado final já apareça enquanto o cabeleireiro dá as tesouradas. “Assim, você tem a dimensão real do corte”, destaca o hairstylist Fernando D’Avilla. Também não é recomendado o uso da navalha nesse tipo de cabeleira. Dessa forma, recorra à tesoura fio navalha para desfiar e estilizar as mechas.

mulher com fios cacheados

Foto: iStock.com/Getty Images

Fios cacheados sob controle

O excesso de volume é a queixa número um das mulheres com cabelos encaracolados, crespos e cacheados. Para combater o problema, o ideal é aderir ao corte em camadas, já que o visual fio reto tende a deixar o look mais armado, criando o efeito pirâmide. Mas nada de exagerar! O repicado deve ficar localizado próximo às pontas, para distribuir melhor fios. “Cortes desfiados desde a raiz até o comprimento armam os cabelos em vez de reduzir o volume”, explica o profissional.

Franja, sim!

Não são apenas as donas de fios lisos que podem aderir às cortininhas. As franjas estão liberadas para quem exibe madeixas cacheadas, desde que seja adotada uma versão mais alongada, cortada a partir da linha do nariz. Já no quesito comprimento, os longos e médios são mais fáceis de lidar e controlar o volume. Contudo, os curtinhos não estão proibidos. “É só repicar desde a altura das orelhas. Rende um visual supermoderno”, dá a dica Fernando D’Avilla.

Texto: Natália Ortega | Consultoria: Fernando D’Avilla, do salão Fernando D’Avilla Professionel, de Bauru (SP), (14) 3021-2130

LEIA TAMBÉM