Corte químico: o motivo de 3 famosas encurtarem o cabelo!

O corte químico nada mais é que a quebra ou a queda de cabelo em decorrência a incompatibilidade química ou quando os fios estão muito danificados

None
Beyoncé, Victoria Beckham e Jennifer Aniston | FOTOS: Getty Images e Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/11/2016 às 19:51
Atualizado às 12:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O corte químico nada mais é que a quebra ou a queda de cabelo em decorrência a incompatibilidade química ou quando os fios estão muito danificados por causa de algum procedimento. “Nesses dois casos, o fio rompe e imediatamente começa a quebrar próximo a raiz ou desgastar principalmente nas pontas”, explica Gil Prando, hairstylist e embaixador da iCabelos. Algumas famosas, como BeyoncéVictoria Beckham Jennifer Aniston passaram por isso e reduziram as madeixas após uma química de alisamento ou de tratamento para o couro cabeludo!

Famosas que fizeram o corte químico

Beyoncé, Victoria Beckham e Jennifer Aniston | FOTOS: Getty Images e Shutterstock.com

Como evitar o corte químico

A dica do profissional é ter uma conversa prévia com o profissional que fará a química em seu cabelo para saber sobre os riscos dos produtos a serem utilizados. Além disso, investir em tratamentos de hidratação antes de qualquer procedimento é fundamental para o bom resultado. “O indicado é que os fios passem por hidratações semanalmente em casa e, pelo menos uma vez por mês, no salão. Dessa forma, a fibra capilar se fortifica”, recomenda Gil.

Ocorreu o corte químico

A melhor maneira de se livrar de cabelos danificados é encurtar as madeixas e esperar elas crescerem novamente, como fizeram a cantora Beyoncé, a ex-Spice Girls Victoria Beckham e a atriz Jennifer Aniston. Iniciar um tratamento específico para recuperar os fios é fundamental. A boa notícia é que a raiz estando saudável um novo cabelo crescerá fortificado!

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.