Como usar estampa de azulejo português

Consultora de moda dá dicas de como combinar peças e em quais ocasiões podem ser utilizadas

por Redação Alto Astral
Publicado em 17/09/2013 às 17:22
Atualizado às 20:45

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você já ouviu falar em azulejo português? Durante muitos anos, as casas brasileiras foram decoradas com essa tendência trazida pelos nosso colonizadores. E, agora, a estampa lusitana que imita os desenhos de azulejo está super na moda. A designer e consultora de moda Natália Castelli conta que a tendência foi inspirada nas formas geométricas e arabescos introduzidos no Brasil na década de 50. “O grande repercursor desse movimento foi o estilista Roberto Cavalli, na coleção resort 2013”, revela.

As melhores peças para combinar

Para quem está com vontade de investir na tendência do azulejo português, não se preocupe com qual peça usar. A estampa é bem fácil de combinar e, em geral, as roupas e acessórios se restringem às tonalidades azul e branco, que são curingas no guarda-roupa feminino. “É importante ressaltar que a melhor opção é absorver a tendência e traduzi-la de acordo com o gosto e costume de cada um”, aconselha Natália.

Em qual ocasião usar

Além de ficar bem em camisas, camisetas, shorts, cintos, bolsas e etc, a tendência também se encaixa em diversas ocasiões. Segundo a consultora, o apelo clássico da estampa de azulejo português permite-nos utilizá-lo facilmente em ambientes descontraídos durante a tarde ou até mesmo durante a noite, inclusive no trabalho. “Entretanto é necessário preocupar-se sempre em combiná-los com peças adequadas às devidas ocasiões”, destaca.

Os tecidos que mais combinam

Por ser uma tendência que está entrando na primavera/verão, ou seja, nas estações mais quentes, o ideal é combinar a estampa com tecidos mais leves. Porém, também é possível encontrar peças mais trabalhadas e com materiais variados como seda, organza, chiffon, cetim, algodão, tricoline, tricoline mista, microfibra, viscose entre outros. “Cada tecido se adequa ao modelo de peça que será utilizado, como por exemplo o blazer, que pede um tecido um pouco mais encorpado como a tricoline. Entretanto, quando tratamos de batas ou peças mais leves, indica-se tecidos fluídos”, aponta Natália.

Confira as famosas que apostaram na tendência do azulejo português:

[galeria id=432 modelo=”vertical”]

Consultoria
Natália Castelli, designer e consultora de moda/www.bellaagusthina.com.br

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.