MODA & BELEZA

Clareamento dentário: 4 respostas para as dúvidas mais comuns

Apostar no clareamento dentário traz segurança para quem está sempre sorrindo. Mas algumas dúvidas sobre o procedimento são bastante comuns. Confira!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/11/2016 às 08:00
Atualizado às 20:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Apostar no clareamento dentário traz segurança para quem está sempre sorrindo. Mas algumas dúvidas sobre o procedimento são bastante comuns. Para respondê-las, conversamos com o dentista Mario Groisman, Mestre em Ciências Dentais pela Universidade de Lund, na Suécia. Confira!

mulher segurando placa de sorriso

Foto Shutterstock.com

1. O dente clareado pode escurecer novamente?

“Os dentes clareados escurecem naturalmente com o passar do tempo, mas dificilmente voltarão à cor inicial. Com o passar da idade os dentes tornam-se mais escuros, sendo recomendadas novas sessões de clareamento.”

2. O que diferencia do tratamento feito em casa e do feito com o dentista?

“Em casa, o clareamento se faz de forma mais suave e não emprega o uso da luz que acelera o processo no consultório, no entanto, a duração e a eficácia dos dois métodos podem ser bem semelhantes, e vão depender muito dos hábitos do paciente, que deverá evitar a ingestão de alimentos e bebidas que repigmentem os dentes.”

3. Usar canudo para tomar café e refrigerantes protege os dentes?

“O canudinho pode ser uma boa dica para proteção dos dentes uma vez que empurra o líquido diretamente para a garganta. Minutos depois de ingerir alguns desses “inimigos”, faça um bochecho com água. Isso vai ajudar a eliminar substâncias ácidas que escurecem e atacam seu cartão de visita. Meia hora depois, é claro, a escovação termina o serviço.”

4. É verdade que precisa esperar para escovar os dentes depois de beber café, chá, sucos ácidos ou molho de tomate?

Trinta minutos é o tempo necessário para que a saliva possa agir e neutralizar o pH dos alimentos e bebidas. O café, o vinho, o refrigerante e o suco de laranja, por exemplo, apresentam pH inferior a 5,0. Portanto, são ácidos e causam erosão, levando a perda da estrutura dental (cálcio).”

Leia também: