Declare guerra contra a celulite e acabe de vez com os furinhos

Confira 40 dicas indicadas por especialistas para combater os furinhos que tanto incomodam e que fazem parte do corpo da maioria das mulheres

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/12/2017 às 08:10
Atualizado às 13:11

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Alimentação

  1. Aveia: sua fibra solúvel auxilia no funcionamento do intestino e na eliminação de colesterol e gorduras ruins, reduzindo os furinhos.
  2. Maçã: contém fibras importantes no combate aos furinhos. Uma delas é a pectina, que ajuda a melhorar o funcionamento intestinal e ainda reduz o colesterol no fígado.
  3. Arroz integral: possui fibras que também facilitam o trânsito intestinal e a eliminação de toxinas.
  4. Azeite: apresenta uma gordura boa que melhora a absorção de diversas vitaminas e combate o processo inflamatório.
  5. Folhas verdes-escuras: possuem nutrientes que formam o colágeno. Também auxiliam na desintoxicação do fígado, responsável pela digestão da gordura.
  6. Frutas cítricas: ajudam na formação do colágeno, que é responsável pela firmeza da pele.
  7. Frutas vermelhas: são ricas em vitamina C, possuem muitas fibras, são diuréticas e possuem bioflavonoides, que melhoram a circulação sanguínea.

Chás

  1. O chá de salsaparrilha possui propriedades anti-inflamatórias e, por isso, ajuda a combater a celulite.
  2. A sálvia, além de ter uma ação anti-inflamatória eficiente, é antioxidante e ajuda na digestão.
  3. O chá verde contém cafeína, que ajuda a ativar a circulação, e polifenóis diversos, que diminuem o quadro inflamatório da celulite.
  4. O dente-de-leão tem ação diurética e anti-inflamatória nas células.
  5. A erva-mate possui cafeína, que ajuda a melhorar a circulação sanguínea, evitando o acúmulo de gordura que causa a celulite.
  6. Uma opção de chá para o verão é misturar uma fruta, como maçã, melancia, melão ou abacaxi com um tipo de chá, como salsaparrilha ou capim-limão, por exemplo. Bata no liquidificador de 1/2 (100ml) a 1 xícara (200ml) de chá com a fruta picada e sem semente e tome em seguida. Você também pode incluir folhas de hortelã ou salsinha picada na hora do preparo.

Hábitos de vida

  1. Mude a sua rotina. Algumas das causas da celulite estão relacionadas à qualidade de vida da mulher. Maus hábitos alimentares e sedentarismo, por exemplo, favorecem o aparecimento da casca de laranja.
  2. Cuidado com os anticoncepcionais. Em alguns casos, as pílulas podem favorecer o aparecimento da celulite. Isso porque o excesso de hormônios fazem o organismo reter água, o que pode piorar a circulação sanguínea.
  3. Pare de fumar. O cigarro causa intoxicação e o resultado é a inflamação nas células, o que agrava o aparecimento dos furinhos.
  4. Emagreça. O excesso de gordura pode favorecer a alteração da circulação e a retenção de resíduos tóxicos no metabolismo celular, piorando o aspecto da celulite. Porém, esse problema não aparece apenas em pessoas com excesso de peso, as magrinhas também podem ter.
  5. Relaxe. Quando a pessoa vive muito tempo sob estresse, o metabolismo fica desequilibrado. Com isso, as funções se modificam, o que prejudica todos os órgãos, inclusive a pele.
  6. Prefira alimentos naturais. Os alimentos industrializados são pobres em nutrientes e ricos em corantes, acidulantes, conservantes e açúcares. Uma alimentação pouco nutritiva facilita a formação da celulite.
  7. Beba bastante água. Esse líquido é muito importante no combate aos furinhos, pois ajuda a manter os rins ativos na eliminação de toxinas pela urina. Também melhora o funcionamento intestinal e é fundamental para manter a pele bonita.
  8. Circule. Passar muito tempo sentada pode atrapalhar a sua circulação. Por isso, levante e caminhe um pouco a cada 50 minutos que estiver parada.
  9. Consuma bebidas alcoólicas com moderação. O excesso de álcool intoxica o fígado, que é o órgão responsável por retirar as toxinas do corpo.
  10. Evite o refrigerante.Ele possui grande quantidade de sódio e outros elementos que intoxicam o organismo.

Exercícios

  1. Caminhadas em locais com inclinação moderada ou subidas de escada ajudam a endurecer o bumbum e combatem a celulite.
  2. Se você ainda não faz exercícios, comece praticando atividades físicas três dias por semana. No primeiro dia, intercale 10 minutos de subida de escada, quatro vezes três minutos de caminhada em subida moderada e quatro vezes dois minutos de caminhada forte. No segundo dia, intercale cinco vezes três minutos de caminhada forte e a mesma quantidade de caminhada em subida moderada. No terceiro dia, intercale 10 minutos de subida de escada, quatro vezes três minutos de caminhada com inclinação moderada e quatro vezes dois minutos de caminhada forte.
  3. Para quem já realiza alguma atividade física, o ideal é fazer os exercícios de três a cinco vezes por semana. No primeiro dia, intercale seis vezes três minutos de subida de escada de dois em dois degraus e, depois, cinco vezes dois minutos de subida de escada normal. No segundo dia, intercale cinco vezes cinco minutos de caminhada em local com inclinação entre moderada e íngreme, e cinco vezes dois minutos de caminhada forte. No terceiro dia, intercale 30 minutos de subida de escada e 30 minutos de caminhada com inclinação moderada. Se for praticar cinco vezes por semana, recomece a série.

Tratamentos contra os furinhos

  1. Drenagem linfática: é indicada para quem tem a celulite no estágio mais leve (grau 1), quando pequenos sulcos surgem apenas quando a pele é apertada. Esse tratamento consiste em uma drenagem manual que melhora a eliminação de toxinas e, consequentemente, a celulite
  2. Endermologia: pode ser realizada quando a mulher apresenta o grau 2 (os furinhos ficam visíveis sem apertar a pele). É feita por um aparelho que massageia o corpo por meio de sucção e rolamento, estimulando a circulação sanguí- nea e o sistema linfático.
  3. Ultrassom: outro tratamento indicado para o grau 2, é um aparelho que emite ondas que estimulam a circulação e o sistema linfático. O procedimento também potencializa a penetração de ativos lipolíticos que quebram moléculas de gordura.
  4. Mesoterapia: indicado para quem apresenta o grau 3 de celulite (os furinhos são bem visíveis em qualquer posição). Esse tratamento consiste na aplicação de injeções de medicamentos que ajudam a queimar gorduras, melhoram a circulação e a eliminação de líquido e tem ação antiinflamatória.
  5. Carboxiterapia: também pode melhorar o aspecto de casca de laranja de quem está no grau 3. Promove uma ativação rápida da circulação na região e ajuda na produção de colágeno, melhorando a flacidez.
  6. Power Shape: para quem apresenta a celulite no grau 3, é um equipamento que combina três tecnologias: radiofrequência, sucção e laser para combater os furinhos.
  7. Lipoaspiração superficial: indicada para quem está no grau 4 (quando há depressões profundas, flacidez e gordura localizada). Neste caso, é aplicada uma anestesia local para introduzir uma cânula sob a pele.
  8. Preenchimentos: são técnicas que preenchem os furinhos. Com uma aplicação, os resultados aparecem e duram até um ano. Os mais comuns são feitos com ácido hialurônico, macrolane e juvederm ultra plus. São indicados para tratar celulite a partir do grau 2.

Cremes

  1. Para os cremes anticelulites serem melhor absorvidos, limpe bem a pele antes de aplicá-los. Fazer esfoliação semanalmente também ajuda.
  2. Na hora de passar o produto, faça uma massagem local, que ativa o sistema linfático e ajuda na prevenção da celulite.
  3. Gel-Creme Redutor de Celulite bye-bye Celulite (Nivea). Preço sugerido: R$ 28,82.
  4. Creme Corporal Nutralift (Adcos). Preço sugerido: R$ 232,00.
  5. Gel Lipo Tract para Lipólise Induzida (Natupele). Preço sugerido: R$ 78,20.
  6. Gel Bioestimulante (Vita Derm). Preço sugerido: R$ 34,00.

Texto: Redação Alto Astral | Consultorias: André Masella, professor de corrida e musculação da Cia Athletica, de São Paulo (SP); Bianca Innocêncio, nutricionista do Rio de Janeiro (RJ); Claudio Mutti, dermatologista da Clínica Visia, de São Paulo (SP); Gabriela Soares Maia, nutricionista da Clínica Patrícia Davidson Haiat de Nutrição Funcional, do Rio de Janeiro (RJ); Mônica Felici, dermatologista da Clínica Splendore, de Campinas (SP); Renata Buzzinim, nutricionista de São Paulo (SP) 

LEIA TAMBÉM 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.