MODA & BELEZA

Cabelo escuro: sugestões incríveis para renovar os fios

As donas de cabelo escuro têm inúmeras opções para transformar o visual das madeixas: desde mudanças mais sutis até as mais ousadas. Separamos algumas para você se inspirar!

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/08/2018 às 10:12
Atualizado às 15:51

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se você faz parte do time de adeptas do cabelo escuro, saiba que é possível mudar o visual e até ousar, deixando os fios renovados, sem precisar radicalizar no corte ou na cor das madeixas. Basta investir em mechas, tonalizantes ou tratamentos em casa ou no salão para conquistar cabelos lindos e radiantes.

Beleza repaginada

Quer dar um up no visual, mas sem muita ousadia? Aposte em um banho de cor em seus fios: “O tonalizante bem aplicado e na cor certa devolve a vida aos fios escuros”, destaca o hairstylist Cristhofer Glöe, do Homa Elite Salon, de São Paulo. A tintura semipermantente dura, aproximadamente, 28 lavagens. Para manter o brilho e a sedosidade dos cabelos, faça o retoque a cada 30 ou 40 dias. Em casa… …Use xampu e condicionador específicos para seu tipo de cabelo e não dispense o reparador de pontas. Não se esqueça do protetor térmico antes do secador e da chapinha, e invista em máscaras hidratantes para manter o brilho e a maciez dos cabelos.

Cabelo escuro também merece tratamento profissional

A regra é simples: cabelos bonitos necessitam de cuidados constantes. Visite seu cabeleireiro com frequência para acertar o corte e não se esqueça de hidratar os fios semanalmente, bem como fazer cauterização todo mês. Se os seus cabelos não são escuros naturalmente, foque na saúde deles. Invista em produtos específicos para madeixas coloridas ricos em vitaminas e antioxidantes, que ajudam a prevenir o desbotamento e proteger a cor. Alguns profissionais indicam, ainda, o banho de petróleo. “É um método antigo de deixar os cabelos escuros com mais brilho. O profissional vê a cor natural do cabelo e usa o tom mais próximo. O tonalizante tem uma emulsão que contém amônia em doses suaves. Para quem quer manter o cabelo 100% natural e livre de amônia, o melhor é fazer hidratação”, esclarece Glöe.

Para cada estilo, um tom

Mulheres românticas, que preferem cabelos longos e levemente ondulados, ficam bem com castanho-médio. Para as exóticas, a sugestão é o preto-azulado, que evidencia ainda mais a personalidade forte e os traços marcantes. Às clássicas, a indicação é o castanho-claro, cor da maioria das mulheres brasileiras. As melhores tonalidades para as negras – que têm pele quente – são as nuances frias, como os castanhos puxados para o marrom ou mel-acinzentado. Já para as morenas com olhos castanhos ou verdes, a dica é que o cabelo não tenha o tom próximo à cor da pele. Se procura um tom discreto, escolha preto-natural; caso queira evidenciar o rosto, vá de castanho-claro, para dar contraste. Quem tem pele clara e olhos azuis ou verdes deve manter a cor do cabelo mais quente: prefira castanho-médio com nuances douradas, marrom-quente, avermelhadas ou acobreadas.

Vá de mecha!

Ilumine o visual com mechas discretas e suaves. Elas podem ser feitas em qualquer tonalidade, não sendo o loiro uma escolha obrigatória. “Existe uma técnica específica para cada tipo de cabelo escuro, sejam eles ondulados ou não, muito ou pouco escuros. O profissional deve avaliar o perfil de cada mulher e indicar a técnica correta de acordo com o tamanho da mudança desejada”, explica o hairstylist Glöe. A cor de mecha mais indicada para quem tem cabelos pretos é a marrom, com no máximo dois tons de diferença entre o natural e as luzes. Glöe sugere mechas finas e discretas saindo da raiz, para manter a profundidade, que podem ir clareando e aumentando a quantidade e espessura até às pontas. As donas de fios castanhos podem ousar um pouco mais, escolhendo até três tons mais claros: em bege, dourado ou amanteigado. “Vale lembrar que a regra da discrição na raiz da mecha permanece”, destaca o profissional.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Cristhofer Glöe, hairstylist do Homa Elite Salon, de São Paulo

LEIA TAMBÉM