A tecnologia pode atrapalhar a produtividade? Confira!

É comum ver o celular e seus aplicativos como inimigos da produtividade. Mas será que é verdade? Confira se a tecnologia pode atrapalhar a produtividade!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/03/2017 às 10:14
Atualizado às 15:08

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É comum que se identifique o celular e muitos de seus aplicativos como inimigos da produtividade. A tecnologia se mostra uma ferramenta eficiente para distrair as cabeças dos profissionais e alunos. Contudo, isso não chega nem perto de ser uma regra. Uma quantidade grande de programas é capaz de exercer justamente a função oposta – e te ajudar, entre outras coisas, a economizar tempo e poupar esforços.

No século XX, os avanços tecnológicos proporcionaram mudanças profundas na organização e produção das indústrias, escritórios e redações. O desenvolvimento não cessou, e conforme as ferramentas se tornam mais acessíveis, podemos adicioná-las ao cotidiano. É evidente que essas funções podem gerar consequências negativas no ritmo que produzimos.

uma cabeça feita de papel e com uma peça de quebra-cabeça no lugar do cérebro

Foto: Shutterstock

Entretanto, basta rever qual papel está sendo conferido aos mecanismos em nossa vida e veremos que o problema não está na tecnologia em si, mas no manuseio dado ao mundo digital. Segundo a instrutora sênior em Produtividade, Joice Villas Boas, a relação com os avanços da tecnologia pode ser ambígua.

“A tecnologia em si é muito boa e aliada da produtividade. O importante é a forma como nós lidamos com ela. Os e-mails, por exemplo, facilitaram muito a comunicação entre as pessoas, mas também podem ser um obstáculo se ficarmos o tempo todo verificando a caixa de entrada e deixarmos outras atividades relevantes de lado”, afirma.

LEIA TAMBÉM

Texto: Angelo Matilha Cherubini

Consultorias: Joice Villas Boas, instrutora sênior em produtividade.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.