Dúvidas comuns sobre os celulares e os smartphones

Apesar do grande sucesso dos smartphones, há quem não saiba diferenciar um celular desse tipo de aparelho. Confira aqui algumas dúvidas comuns!

None
FOTO: iStock.com / Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/08/2016 às 18:34
Atualizado às 14:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Apesar de terem alguma ideia, muitas pessoas ainda não sabem dizer exatamente o que distingue um aparelho celular de um smartphone. Para acabar com essa dúvida, reunimos alguns itens para explicar as semelhanças, diferenças, prós e contras entre os dois aparelhos.

mulher-digitando-dúvidas-celular-smartphone-aplicativos

FOTO: iStock.com / Getty Images

1) Como diferenciar um celular de um smartphone?

Basta fazer duas perguntas simples: meu dispositivo pode expandir suas funcionalidades? Eu posso fazer alterações em suas funções e recursos ou ele é incapaz de mudar?
Se as respostas forem “sim”, então você está se referindo a um smartphone. O maior diferencial é que os “smarts” vêm com um sistema operacional (os mais populares são Android, iOS, Windows Phone e BlackBerry). Isso significa que eles funcionam como computadores (mais limitados, claro), permitindo instalar e desinstalar softwares (ou aplicativos) quando desejar e para os fins que desejar.

Já aparelhos celulares comuns têm um sistema chamado firmware, um tipo de software que os fazem funcionar no lugar de um SO. Ele não permite alterações em suas funcionalidades, mas você pode personalizar itens como o papel de parede e o ringtone. Se quiser adicionar alguma função que não venha de fábrica, será impossível.

2) Quais os pontos prós e contras dos aparelhos?

– Bateria
Por exercerem mais funções, os smartphones também exigem bem mais do aparelho, levando a um gasto grande de bateria. Nos celulares antigos, às vezes, a carga completa poderia durar uma semana; hoje isso é quase impossível com os novos aparelhos. Até existem modelos com bateria mais resistente, mas, além de serem poucos, não chegam nem perto de durar o tanto quanto os antigos.

Leia também!

5 dicas para fazer a bateria do celular durar mais

– Durabilidade
Os celulares têm um corpo mais compacto e tela e hardware mais simples; sendo assim, são mais resistentes a quedas e acidentes. Esses aparelhos costumam durar mais tempo com menos “danos físicos” do que smartphones, que são mais sensíveis.

– Preço
Para quem precisa de um dispositivo para usar apenas como telefone e enviar e receber mensagens, vale a pena comprar um celular, pelo preço inferior. Enquanto houver uma quantidade significativa de pessoas que não querem ou não necessitam de internet e aplicativos, eles continuarão existindo até que a diferença de valor seja muito pequena.

3) Smartphones valem a pena?

Se você precisa de um aparelho com diversos recursos, com certeza! Smartphones são como computadores de bolso: você pode ver vídeos e imagens de alta qualidade, acessar a internet; trabalhar editando textos, criando tabelas, fazendo contas elaboradas; armazenar uma quantia significativa de arquivos pessoais nele, fora as centenas de outras funções diferentes e criativas que surgem a cada dia.

Smartphones são práticos e muitos são relativamente baratos, considerando suas funções disponíveis. Então, se você espera mais do que fazer ligações e trocar mensagens, é altamente indicado que se tenha um smartphone hoje em dia.

Leia também!

5 dicas para baixar aplicativos em smartphone e tablets

6 aplicativos úteis para seu smartphone

Edição: Jéssica Pirazza/Colaboradora

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.