Evite o golpe do hacker: não deixe suas fotos íntimas vazarem na internet

Hacker invadiu conta de Marcela Temer e foi preso: saiba como evitar que seus arquivos vazem na internet com dicas simples e rápidas.

None
Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/05/2016 às 17:55
Atualizado às 14:39

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Parece que nem Marcela Temer, esposa do presidente interino Michel Temer, passou ilesa de ter suas fotos íntimas “roubadas”. Hoje (12), um hacker foi preso por ter roubado arquivos pessoais de Marcela e por extorsão de dinheiro, ameaçando divulgar três fotos íntimas dela. Ele não somente invadiu o celular de Marcela, mas também copiou sua agenda e diversas imagens.

Marcela Temer

Divulgação

Isso é um tipo de crime cada vez mais comum (e terrível!), mas como passar ileso desse tipo de situação? Nós listamos 5 dicas para você tomar cuidado e não ter nenhuma foto íntima vazada:

1 -Evite ao máximo compartilhar suas senhas

É claro que se um hacker decidir invadir sua conta, vai ser complicado e não tem muito o que fazer além de acionar a polícia. Porém, tomar alguns cuidados nunca é demais, não é mesmo? Então, nada de compartilhar suas senhas: não vale compartilhar nem com o marido, nem com os filhos, ninguém! Imagina se você termina um relacionamento e seu ex resolve fuçar nas suas coisas? Só dor de cabeça!

Caso Marcela Temer: saiba como evitar que fotos íntimas caiam na internet

2- Crie senhas fortes para seus aplicativos

Esqueça aquela ideia de “vou criar uma senha fácil para não esquecer depois”. Quanto mais complicada sua senha, mais difícil para o hacker invadir seus arquivos. Crie senhas para aplicativos: existem alguns apps que disponibilizam a ferramenta de cofre, permitindo que você proteja suas fotos, a conta do Facebook, Whatsapp e etc. Quer saber mais? Só conferir na Play Store ou Itunes.

3- Não copie suas imagens!

Você sabia que, quanto mais versões de uma imagem você tiver, mais difícil será de protegê-las de vazamentos? Não envie também imagens que você não quer que sejam divulgadas por e-mail, mensagem de texto ou via Facebook, Whatsapp, Messenger e outros aplicativos de mensagem.

Caso Marcela Temer: saiba como evitar que fotos íntimas caiam na internet

4 – Crie uma pasta com senha apenas para fotos

Crie uma pasta com senhas em um computador e salve-as lá dentro. Se você salvá-las no celular, pode facilitar muito o acesso por hackers. Fotos íntimas devem ser, como diz o ditado, guardadas a sete chaves!

LEIA TAMBÉM

7 dicas para NÃO pegar vírus no Facebook

Como fazer compras pela internet com segurança

5- Nunca armazene fotos na nuvem!

NUNCA! Não salve naaada na nuvem que possa ser comprometedor, ok? Evite salvar fotos íntimas no Dropbox, Google Drive, iCloud, entre outros. Alguns aplicativos também carregam as fotos automaticamente para a nuvem, portanto abra os olhos para isso também! Todo cuidado é pouco.

Caso Marcela Temer: saiba como evitar que fotos íntimas caiam na internet

6 – Atenção ao “HTTPS”

Segundo Victor Auilo Haikal, advogado especialista em Direito Digital, para se proteger é necessário estar atento ao tipo de material que executa em seu computador, aos sites que acessa e aos programas que utiliza em computadores públicos ou de amigos. Outra dica superimportante: nunca salvar senhas em computadores de uso coletivo. Também devemos observar se o endereço eletrônico é iniciado pela siglahttps, que dá mais segurança para o site.

7 – Cuidado com anexos

Não abra anexos e links enviados por e-mails desconhecidos, eles podem conter vírus! Também fique atenta a e-mails suspeitos enviados por um remetente de amigo seu: ele pode ter clicado em um link com vírus e espalhado a mensagem por todos os contatos. Antes de clicar em links ou fotos, verifique se é um arquivo .exe!

Fonte: Victor Auilo Haikal, advogado especialista em Direito Digital

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.