Confira 11 dicas contra a espionagem virtual

Até o dono do Facebook se protege da espionagem virtual de uma forma "diferente"! Confira dicas que podem impedir a invasão da sua privacidade

None
Foto: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/06/2016 às 15:12
Atualizado às 14:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Mark Zuckerberg, o bilionário e CEO do Facebook, publicou uma foto em sua página pessoal na rede e um fato fez os mais atentos acharem algo diferente na imagem. O programador se protegeu contra a espionagem virtual de uma forma muito simples. Veja se você consegue enxergar:

Fita no notebook contra espionagem

Foto: Reprodução/Facebook

E aí? Deu para ver? Não? Repare no detalhe:

Fita no notebook contra espionagem

Foto: Reprodução/Facebook

Mark usa uma fita que bloqueia a webcam e o microfone de seu notebook. A atitude que era considerada “paranoica” por muita gente agora pode começar a fazer sentido, já que Mark é especialista em programação. Ele conhece os riscos a que está vulnerável.

Será que dá realmente certo fazer isso? O que mais podemos fazer para nos proteger contra a espionagem virtual? Confira!

1. Fita na webcam resolve contra a espionagem virtual?

Tecnicamente é o jeito mais fácil de impedir que imagens sejam gravadas sem sua autorização. Com a lente tapada, não há o que o filmar se alguém conseguir acesso remoto. Desativar a câmera do notebook ou retirá-la do computador faz que você tenha mais trabalho e complica mais ainda quando você realmente quiser o aparelho para conversar ou tirar fotos.

Os sites e navegadores devem pedir sua autorização para gravar imagens, mas a preocupação de Zuckerberg é com vulnerabilidades do próprio computador.

2. Outros aparelhos também são vulneráveis

Proteção contra espionagem

Foto: iStock/Getty Images

Mas tecnicamente não adianta apenas se proteger da espionagem virtual do computador. Seu smartphone ou até mesmo a televisão podem estar gravando suas conversas e imagens. O próprio Facebook foi alvo de suspeitas com os pedidos de permissão de gerenciamento da câmera e do microfone de celulares para o aplicativo Messenger.

Em 2015, a Samsung se envolveu em polêmica pois sua SmarTV poderia gravar conversas das pessoas. Segundo o site Olhar Digital, o seguinte termo de consentimento está presente na política de privacidade da empresa: “Por favor, esteja ciente de que as palavras utilizadas nos comandos, mesmo que sejam informações pessoais ou confidenciais, serão gravadas e transmitidas a terceiros”. Especialistas alertaram sobre a necessidade da criptografia dos dados, pois hackers poderiam invadir o sistema e roubar seus dados.

3. Use um bom antivírus

Para se proteger contra invasões, a dica mais básica é usar bons programas antivírus. Eles nos protegem das ameaças mais básicas e conhecidas da internet e tornam mais difíceis a invasão dos computadores sem um esforço maior.

Proteção contra espionagem

Foto: USA Today

4. Cuidado com os arquivos importantes

Se você tem arquivos que não quer que sejam vazados de jeito nenhum, procure formas de proteger o acesso deles com senhas específicas. Se for realizar a transmissão desses dados, faça com criptografia.

Leia também: Evite o golpe do hacker: não deixe suas fotos íntimas vazarem na internet

5. Criptografia é necessária

Whatsapp

Foto: João Pedro Ferreira/Colaborador Portal Alto Astral

O Whatsapp inseriu a criptografia nas conversas do aplicativo. Isso significa que não é possível interceptar o conteúdo da mensagem durante o “caminho” em que ela é enviada. Em termos mais fáceis, a sua mensagem é enviada de forma segura, como se estivesse embaralhada, e apenas é “revelada” quando chega ao destino final. É preciso que tanto o aparelho que envia, quanto o aparelho que recebe a mensagem tenham a criptografia ativada.

O mesmo cuidado é necessário em e-mails e outros aplicativos.

6. Cuidados com sites perigosos

Proteção contra espionagem

Foto: iStock/Getty Images

Os sites pornôs, ilegais, de pirataria e até mesmo os de compra não confiáveis costumam estar recheados de armadilhas para quem os visita. É preciso tomar cuidado pois você pode estar liberando facilmente o acesso de vírus ao seu computador quando faz downloads nesses sites e deixando vulneráveis os dados, senhas de redes sociais e até dados bancários.

7. Use senhas fortes

De nada adianta ter as senhas se forem combinações óbvias como “123456”, seu número de telefone ou então data de nascimento. Use caracteres especiais, letras maiúsculas e minúsculas e números. Quanto mais difícil uma senha, mais difícil pode acontecer dela ser descoberta.

Proteção contra espionagem

Foto: Shutterstock Images

8. Use senhas diferentes

Não adianta usar a mesma senha para todas as suas contas. É preciso usar combinações diferentes, pois caso alguém descubra sua senha, também terá acesso às demais.

9. Tenha programa atualizados e originais

Usar os “cracks” muitas vezes impedem que seus programas sejam atualizados e os deixam com risco de invasão. Além disso, usuários comuns não conseguem perceber o que instalações piratas colocam em seus computadores, abrindo uma brecha gigante para a espionagem virtual.

10. Cuidados com conexões Wi-fi abertas

Foto: Divulgação/TVi

Foto: Divulgação/TVi

Wi-fi aberto é uma benção moderna, mas deixa sua transmissão de dados completamente vulnerável ao dono da rede, que terá acesso livre quando você fizer conexão. É preciso tomar muito cuidado onde você libera o acesso ao seu computador e smartphone.

11. Janelas anônimas não te ocultam completamente

Muita gente acredita que está livre de espionagem virtual quando abre o modo anônimo do navegador. Entretanto, o site que você visita, a rede e o provedor que você está usando podem registrar o que você está fazendo. O modo anônimo apenas impede que fiquem registrados na sua máquina os cookies (arquivos que fazem com que as páginas carreguem mais rápido em uma nova visita), dados de formulário e o histórico de navegação.

CONFIRA TAMBÉM:

Como cada signo se comporta na internet

Dicas de segurança nas redes sociais

Como fazer compras pela internet com segurança

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.