Como o bordado e o artesanato incentivam a criatividade das crianças

O artesanato e o bordado são ótimas formas de incentivar o desenvolvimento dos pequenos. Veja aqui como e quando introduzi-los nesses universos

menina fazendo artesanato
Por Paula Alves - 03/04/2019

Foto: Shuttestock

A infância é sempre recheada de descobertas. Existem muitas formas de incentivar o desenvolvimento dos pequenos e o artesanato e bordado são uma delas. Pintura, colagem e, claro, o bordado, são atividades que ajudam no desenvolvimento dos pequenos em diversos aspectos.

Quais são os benefícios do artesanato para as crianças?

Qualquer tipo de trabalho manual contribui para o desenvolvimento infantil de alguma forma. Coordenação motora, concentração e criatividade são incentivados e auxiliam no aprendizado da criança. Além disso, o artesanato trabalha o lado psicomotor, agindo como um tipo de terapia que, a longo prazo, pode ajudar crianças com problemas de aprendizagem e comportamento, por exemplo.

Quais técnicas são ideais para crianças?

Na hora de escolher qual técnica de artesanato ensinar, leve sempre em consideração o nível de dificuldade e a segurança da criança na hora de realizar o trabalho. Ensine a criança a resolver o que está errado, mas cuidado para não fazer tudo para ela.

Escolha técnicas de artesanato adequadas para a idade da criança. Se o trabalho for muito difícil, a chance dela desistir é grande. Além disso, pense em trabalhos que levem mais ou menos uma hora para serem feitos, assim elas conseguem ver o resultado do trabalho de forma rápida e ficam mais motivadas.

Para as crianças de até 4 anos, prefira trabalhos que envolvam pintura, por exemplo, que são mais livres e oferecem menos risco de elas se machucarem. Se a criança for mais velha, pense em atividades com tecido, cola quente e bordados! Dê mais liberdade para escolha e aprendizado, mas esteja sempre próxima para evitar acidentes.

Como posso ensinar ponto cruz para uma criança?

As técnicas de bordado, como o ponto cruz, exigem grande concentração e desenvolvem a coordenação motora. A partir dos 10 anos as crianças já conseguem realizar trabalhos manuais com maior independência e atenção. Mas, com desenhos fáceis e adaptados, é possível que crianças a partir dos 6 anos já consigam aprender a técnica.

Na hora de escolher os gráficos, selecione desenhos fáceis e sem muitos detalhes para que o pequeno consiga fazer a maior parte sozinha, o que faz toda a diferença na motivação e autoestima da criança.

Uma dica é comprar étamines que tenham os furos maiores para facilitar o bordado e agulhas mais grossas que ajudam na hora de segurar. Outra opção é colocar o tecido em bastidores (aros que seguram o tecido) para facilitar o manuseio.

Gostou de saber como o artesanato e bordado incentivam a criatividade? Lembre-se de incentivar a independência da criança e esteja sempre disposta a ajudar, tendo paciência na hora de ensinar.

Texto: Thainá Zanfolin/Colaboradora

LEIA TAMBÉM: