Amuletos da fé: conheça os objetos que garantem a proteção divina

Acredita-se que os amuletos são pequenos objetos têm o poder mágico de afastar desgraças ou malefícios e, diante da fé, propiciar benefícios. Confira!

amuleto crucifixo bíblia
Foto: iStock

Amuleto é um pequeno objeto (cruz, figura, medalha, figa, etc.) que, desde a  Antiguidade, alguém traz consigo ou guarda por acreditar em seu poder mágico de afastar desgraças ou malefícios e, diante da fé, propiciar benefícios.

Dentre os diversos tipos de amuletos, o crucifixo é o que alcançou maior popularidade entre os cristãos, pois representa o sacrifício de Jesus e é o símbolo maior da fé cristã.

Os escapulários e o rosário (Terço) também são protetores que costumar ser carregados por boa parte das pessoas. Muitos atribuem este hábito à proteção dos Santos.

amuleto crucifixo bíblia

Foto: iStock

Após a última aparição de Nossa Senhora de Fátima na Cova da Iria, surgiram aos olhos dos três videntes diversas cenas. Na primeira, ao lado de São José e tendo o Menino Jesus ao colo, Ela apareceu como Nossa Senhora do Rosário. Em seguida, junto a Nosso Senhor acabrunhado de dores a caminho do Calvário, surgiu como Nossa Senhora das Dores. Finalmente, gloriosa, coroada como Rainha do Céu e da Terra, a Santíssima Virgem apareceu como Nossa Senhora do Carmo, tendo o Escapulário à mão.

A menina Lúcia, em 1950, afirmou ao mundo de que a visão era um sinal de Nossa Senhora para que todos usassem o escapulário.

E é por este motivo que o rosário e o escapulário são universais entre os católicos.

Com o passar dos anos as medalhinhas de diversos santos também passaram a ser usadas junto ao corpo de seus devotos. E não importa de qual material é feita. Seja preciosa ou não, o que vale é a fé com que se usa esse amuleto.

Patuás: amuletos poderosos

Os patuás, aqueles saquinhos carregados junto ao corpo, também exercem grande força na crendice popular e existe uma receita para solucionar cada problema. Mas vale lembrar que o principal ingrediente de cada patuá, seja ele qual for, é a fé que habita no  coração de cada pessoa. Faça o seu:

Sorte no amor

1 pano verde
1 medalha de Santo Antônio
1 pétala de rosa branca
1 papoula seca
3 gotas de perfume de verbena
Linha branca

Em uma sexta-feira, pegue o pano e coloque sobre ele a medalha e as flores. Pingue o perfume, dobre o pano e costure com a linha branca, formando um saquinho. Leve-o sempre consigo na bolsa ou na carteira.

Ter sucesso na profissão

3 caroços de pitanga
Um pedaço de pano branco
Linha branca

Às 10 horas da noite, pegue os caroços de pitanga e coloque-os dentro do saquinho que você fará com o tecido e a linha branca. Vá a uma igreja e pingue algumas gotas de água benta. Depois, de joelhos, peça a São José, o Santo que protege os trabalhadores, que ajude você a ter sucesso no trabalho e que nunca tenha que enfrentar qualquer tipo de desavença com chefes ou colegas. Saia da igreja rezando um Pai-Nosso e fazendo o sinal da cruz. Carregue o patuá junto ao corpo.

Evitar traição

1 medalhinha de santo do menor tamanho que encontrar
1 saquinho verde costurado com linha também verde

Leve a medalhinha até uma igreja e molhe-a com algumas gotas de água benta. Deixe-a secar naturalmente e, só depois, coloque-a no saquinho. Feche o patuá e carregue-o sempre com você.

Proteger os filhos

1 pedaço de pano colorido
Linha branca
1 rosa branca seca

Faça um saquinho costurado à mão com o tecido e a linha, e coloque dentro dele a flor seca. Arremate e ofereça o patuá a São Cosme e São Damião, protetores das crianças. Faça com que a criança carregue o amuleto sempre junto ao corpo.

LEIA MAIS

Edição: Beatriz Albuquerque/ Designer: Deicimar Machado