Novelas para recordar: Amor à Vida foi exibida em 2014

Por meio de personagens que passaram por muitas transformações, a novela das nove era repleta de dramas familiares

Novelas para recordar: Amor à Vida. Na foto, Félix, interpretado por Mateus Solano, ao lado da irmã Paloma, papel de Paolla Oliveira.
Por Erika Alfaro - 10/10/2018

No começo da trama, a história de Paloma e seu drama com Niko, Bruno e Paulinha eram o foco da novela. Já o personagem de Mateus Solano era o grande vilão. No entanto, Félix caiu no gosto do público, ganhou os holofotes e teve um final de redenção. (Foto: Bob Paulino/Divulgação/Globo)

Em Amor à Vida, a trama começou com uma família aparentemente feliz, com um casamento harmonioso e filhos encaminhados. Assim eram os Khoury, que na verdade, escondiam segredos e relações conflituosas, cheias de mágoas, ciúme, ambições e falta de caráter.

Dono do hospital San Magno, César (Antonio Fagundes) era um médico bem-sucedido, casado com Pilar (Susana Vieira), dermatologista que largou a profissão para cuidar do marido e dos filhos Félix (Mateus Solano) e Paloma (Paolla Oliveira).

Ciúme e maldade

Já nos primeiros capítulos, Félix mostrou do que seria capaz. Em viagem ao Peru com a família, para comemorar o ingresso de Paloma na faculdade de medicina, ele fez de tudo para colocar a irmã contra os pais, até convencê-la de que era adotada.
Arrasada, ela saiu sem rumo, até encontrar Ninho (Juliano Cazarré) e se apaixonar.

A jovem, então, abandonou a família e ficou com o rapaz, num estilo de vida sem regras e sem segurança. Até que, grávida, decidiu voltar ao Brasil com ele. Sem dinheiro, Ninho aceitou transportar drogas, mas foi preso no aeroporto. Paloma pediu ajuda a Félix, que o libertou da prisão e o reaproximou de Paloma, sem que Pilar e César desconfiassem da gravidez.

O nascimento de Paulinha

No dia do parto, Paloma e Ninho discutiram feio. Nervosa, ela deu à luz em um bar com a ajuda de Márcia (Elizabeth Savala), uma desconhecida que, após ver Paloma desmaiar, fugiu do local e a deixou com o bebê no colo. Félix tinha certeza de
que a irmã estava morta, então, em mais um ato de frieza, pegou a criança e jogou em uma lixeira.

O drama de Bruno

Enquanto Paloma passava por seu pior momento, Bruno (Malvino Salvador) via sua mulher, Luana (Gabriela Duarte), e o filho que ela esperava morrerem no parto, no San Magno. Ele saiu desnorteado pelas ruas até ouvir o choro da criança abandonada em meio aos sacos de lixo. Bruno pegou a menina e convenceu a mãe, Ordália (Eliane Giardini), enfermeira do San Magno, e a
obstetra Glauce (Leona Cavalli), apaixonada por ele, a atestarem que Luana deu à luz uma menina. Paulinha, então, passou a ser filha dele.

Dez anos depois

Paloma conheceu Bruno, se apaixonou e, pouco a pouco, descobriu tudo o que tinha acontecido com ela, além de ver todas as maldades do irmão. Aline (Vanessa Giácomo) se aproximou de César para vingar sua tia, Mariah (Lúcia Veríssimo), uma bailarina que foi amante do médico. A verdade sobre Paloma veio à tona: Mariah era sua mãe, mas não pôde ficar com a filha, sendo levada por César.

Depois de ter sua sexualidade exposta, Félix foi morar com Márcia, aprendeu muito sobre a vida e se apaixonou por Niko (Thiago Fragoso), o carneirinho. No final, Paloma ficou com Bruno e Paulinha (Klara Castanho), e César, debilitado, perdoou o filho, em uma das cenas mais lindas das telenovelas.

Curiosidades

Ficha técnica: Amor à Vida

• Emissora: Rede Globo
• Capítulos: 221
• Autor: Walcyr Carrasco
• Exibição: 20 de maio de 2013 a 31 de janeiro de 2014, às 21h

Quer ficar sabendo as novidades das novelas e das telinhas? Fique ligado nas redes sociais da revista Guia da TV!

LEIA TAMBÉM

Texto: Aline Campanhã/Colaboradora | Edição: Érika Alfaro