7 alimentos que ajudam a manter a flexibilidade sem precisar sair de casa

Da entrada à sobremesa, conheça as opções que trarão saciedade e elasticidade ao seu dia a dia

alimentos para flexibilidade
Foto: Shutterstock

Mesmo quem não é fã de esportes ou pratique exercícios físicos com regularidade, sabe o quanto manter a saúde do corpo em dia é importante para a rotina de atividades e envelhecimento positivo. Para compensar em certo grau a falta de movimentação diária, manter uma dieta balanceada torna-se essencial, investindo em alimentos para flexibilidade e elasticidade.

A melhor parte é que eles são facilmente encontrados em supermercados ou já são presenças certas na sua cozinha. Usados como temperos, entradas, petiscos ou pratos principais, você poderá criar e recriar receitas saborosas e versáteis para introduzir em todas as refeições do seu dia.

Adicione estes alimentos para flexibilidade ao seu cardápio

Salmão

Esse e outros peixes ricos em ômega-3, tais como o arenque, a sardinha, a truta e o atum, ajudam a combater inflamações e dores nas articulações.

Gengibre

Também é uma raiz que possui propriedades anti-inflamatórias quando fresca. Atua como um anti-histamínico natural no organismo e inibe as prostaglandinas pró inflamatórias. Pode ser consumida fresca com verduras cozidas, ou acrescentá-la em pó em cremes e purês para dar um toque mais picante e especial a seu prato.

Curry

Exótica mistura de especiarias indiana contém cúrcuma, uma raiz com propriedades anti-inflamatórias. Os últimos experimentos em laboratório confirmaram que o extrato de cúrcuma é capaz de reduzir a degeneração da cartilagem e manter a densidade dos ossos, onde antes haveria uma provável artrite. Um pouco de curry em sua dieta pode aliviar dores e reduzir as inflamações nas articulações.

Cebola

As cebolas são ricas em substâncias anti-inflamatórias, como a quercetina, o zinco e o selênio. E mais, melhora a circulação, estimula o sistema imunológico e a formação de glóbulos vermelhos. Por isso, é um alimento para o dia a dia, principalmente para quem faz atividade física.

Trigo sarraceno

O cereal voltou a aparecer nas refeições por causa de seus benefícios: contém flavonóides, como a rutina, que protege pele e tecidos, especialmente os vasos sanguíneos, e previnem doenças como o reumatismo e a artrite.

Abacaxi

A fruta contém uma enzima proteolítica chamada bromelina e bloqueia substâncias inflamatórias, aumentando os níveis de substâncias anti-inflamatórias. Pode-se comer abacaxi todos os dias e, se tiver um machucado, é só colocar uma rodela sobre o local logo depois da pancada, para evitar o inchaço e diminuir a dor.

Azeite de oliva

O azeite de boa qualidade é como “ouro líquido” para a saúde, especialmente para as articulações, que ficam lubrificadas e em bom funcionamento todos os dias.

O que evitar

Os alimentos oxidantes, como frituras, álcool e a gordura trans. Tente reduzir o consumo de carnes gordurosas, ovos e substituí-los por peixes e vegetais.

Leia também: