Mais do que um ingrediente, o alho é um remédio!

Muito presente na alimentação dos brasileiros, o alho é mais do que um ingrediente, ele é um poderoso remédio para prevenção de muitas doenças.

Alho, dentes de alho, rodelas de alho
iStock.com/Getty Images

O alho é mais do que apenas um ingrediente da culinária, ele tem o poder de fazer milagre. Melhorar o sistema imunológico, prevenir tumores e proteger o sistema cardiovascular são apenas algumas de suas qualidades.

 

Alho, dentes de alho, rodelas de alho

iStock.com/Getty Images

 

Superalimento

Também é chamado assim por conta dos seus benefícios para a saúde.“O alho contém um aminoácido chamado cisteína, que se fixa às substâncias como chumbo e o mercúrio, expulsando-as do organismo. Já a arginina, substância também presente no bulbo, estimula a ação do hormônio do crescimento e fortalece o sistema imunológico. Ele também contém alicina, que impede que o colesterol se fixe nas paredes dos vasos sanguíneos, além de prioridades anticancerígenas”, esclarece a nutricionista Fátima Corradini Domingues.

 

Coração protegido

O alho é bom para o coração por conta de suas ações antimicrobianas (que eliminam os micróbios invasores) e vasodilatadoras (que facilitam a passagem do sangue pelos vasos sanguíneos) que estão diretamente ligadas à saúde do coração. “O alho reduz a pressão e reduz o açúcar do sangue, além de prevenir coágulos”, explica a nutricionista Luana Vasconcelos.

Ação antioxidante

Por meio de ações antioxidantes poderosas, o alho auxilia na limpeza do organismo, fazendo com que as toxinas liberadas pelas células sejam eliminadas. Isto significa que a probabilidade de um tumor se desenvolver diminui significativamente, atestando a sua qualidade como um alimento protetor. Ele contém enxofre, com propriedades funcionais pelos seus compostos sulfúreos, reduzindo os efeitos de nitrosaminas e compostos N-nitrosos, altamente cancerígenos, que se formam na preparação de carnes cozidas em altas temperaturas.

Dica

Seus efeitos só vão dar resultados caso a alimentação colabore para isso. É necessário manter uma dieta equilibrada e saudável, além de abandonar de vez o sedentarismo por meio da prática regular de atividades físicas.

Saiba mais: 

7 dicas para praticar meditação

Confira os alimentos ajudam a emagrecer

Os benefícios do abacaxi 

Consultoria Fátima Corradini Domingues, nutricionista; nutricionista Luana Vasconcelos, nutricionista