Cuidados que uma pessoa com alergia à proteína do leite precisa ter!

Achocolatados, alimentos processados e até temperos prontos poder ser um problema para quem sofre com alergia à proteína do leite. Entenda!

leite
Não é só o leite puro que pode gerar problemas para quem tem alergia a proteína da bebida. Foto: Shutterstock

Os cuidados com a alimentação começam desde cedo para quem sofre com a alergia à proteína do leite de vaca (APLV). Manter uma dieta restritiva quando criança pode desenvolver a tolerância às proteínas alergênicas, porém nem sempre ela aparece.

leite

Não é só o leite puro que pode gerar problemas para quem tem alergia a proteína da bebida. Foto: Shutterstock

Sabendo disso, é importante ressaltar que alguns alimentos devem ser evitados e retirados da rotina de quem sofre com o problema. Veja alguns exemplos do que deve ser deixado de lado na hora de montar o cardápio e acredite: a proteína do leite pode estar presentes em alimentos que você nem imagina!

Alimentos processados

Sempre dê prioridade aos ingredientes naturais e aos pratos feitos em casa e não aos industrializados. O hábito de preparar as refeições permite que quem sofre com a APLV (Alergia ao leite de vaca) escolha criteriosamente os ingredientes que irão para a receita. Essa é uma boa forma de prevenir qualquer ingestão acidental.

Queijos, iogurtes e manteiga

São alimentos derivados diretamente do leite. Possuem uma grande quantidade das proteínas agentes e, por isso, não podem ser consumidos por pessoas alérgicas.

Chocolates e achocolatados

Nem todos os achocolatados possuem leite em sua composição, mas atualmente algumas embalagens trazem no rótulo a seguinte expressão: “contém traços de leite”. Por isso, na hora da compra, é importante verificar o rótulo.

temperos

Utilizar temperos frescos evita o risco de consumir proteína do leite, comum nos temperos prontos. Foto: Shutterstock

Cuidado com os temperos prontos

Parece difícil de acreditar, né? Boa parte dos temperos industrializados possuem substâncias alergênicas na sua composição, por isso, prefira alho, cebola e ervas de sua escolha na hora de dar mais sabor aos seus pratos. Os temperos prontos, além de fazerem mal à saúde, também podem ser um problema para quem sofre com alergia à proteína de vaca.

 

Consultoria: Roberto Debski, médio homeopata e acupunturista
Texto: Edgar Vicentini/colaborador

LEIA TAMBÉM: