5 acompanhamentos para dar mais sabor aos peixes | Alto Astral

5 acompanhamentos para dar mais sabor aos peixes

Conheça algumas opções de temperos e acompanhamentos que vão bem na hora de dar mais sabor aos peixes e torne sua refeição mais saborosa!

salmao-peixes-tempero-folhas-verdes
FOTO: Shutterstock

Você costuma temperar suas refeições somente com o básico? Então, chegou a hora de mudar essa realidade e inovar um pouco mais na cozinha. Para isso, conheça algumas opções que vão bem na hora de dar mais sabor aos peixes e torne sua refeição mais saborosa!

files-peixes-laranja-temperos-condimentos

FOTO: Kelly Guerra

 

1. Alcaparra: rica em fibras e isenta de gorduras, é indicada especialmente para peixes assados ou com molhos vermelhos. O ideal é usar uma pequena quantidade já que, em conserva, a alcaparra tem sabor marcante. Hipertensos devem evitar, pois o produto tem bastante sódio.

2. Alecrim: excelente erva para peixes e outros tipos de carne, como frango e porco. “O alecrim melhora a digestão e ameniza sintomas de problemas respiratórios, como a bronquite”, revela o terapeuta e agricultor orgânico José Bassit. Perfumada, a planta concentra seu aroma na versão seca – por isso, não exagere se for usá-la desidratada.

3. Manjericão: ingrediente indispensável no molho pesto, tem ação antisséptica e alivia sintomas do estresse e de resfriados, como tosse e dor de garganta. O tempero combina muito bem com molhos vermelhos.

 

salmao-peixes-tempero-folhas-verdes

FOTO: Shutterstock

 

4. Coentro: as folhas frescas são recomendadas para temperar peixes, frutos do mar e frango. Por ter o gosto forte, só um pouquinho já basta para dar mais sabor. O tempero pode ser acrescentado à receita durante o preparo, mas, se for salpicado depois que o prato estiver pronto, conserva as vitaminas A e C que protegem a visão e previnem envelhecimento precoce.

5. Pimenta-do-reino: ela contém piperina, uma substância que aumenta a absorção de outros nutrientes ingeridos na refeição. “Ela também estimula a ação das enzimas digestivas do pâncreas, favorece o trânsito intestinal, é antioxidante e melhora a função cerebral”, lista a nutróloga e médica ortomolecular Tamara Mazaracki. Para utilizá-la, basta a criatividade: a pimenta vai bem com tudo, até em sucos frescos!

 

Texto Redação Alto Astral

Consultoria José Bassit, terapeuta e agricultor orgânico; Tamara Mazaracki, nutróloga e médica ortomolecular

 

LEIA TAMBÉM: