A couve e o limão fazem milagres pela saúde e ajudam na hora de perder peso!

Incluindo couve e limão no seu cardápio diário fica muito mais fácil atingir os objetivos quanto a sua silhueta. Eles são detox e ajudam a desinchar!

suco verde com couve, limão e maçã verde ao lado
Foto: Shutterstock.com

Os alimentos verdes são imprescindíveis em qualquer dieta equilibrada que preze por alimentos leves e ricos em nutrientes. Dentre os ingredientes dessa coloração, dois que ganham destaque são a couve e o limão, famosos por seus poderes emagrecedores e funcionais. Mas se sozinhos eles já chamam a atenção, juntos, conseguem ser uma verdadeira fonte de benefícios, contribuindo com substâncias que ajudam no funcionamento do organismo e fazendo com que todo o corpo trabalhe da melhor maneira. Confira outros motivos para investir nessa dupla!

Folha seca barriga!

A couve é um ingrediente versátil, podendo ser consumida na forma crua, refogada ou em sucos, e ainda favorece a queima dos quilinhos a mais. “Por ter muita fibra, ela solicita boa mastigação, o que contribui para a saciedade”, afirma Arlindo Fiorentin, educador de hábitos de vida e diretor do Instituto OrtoBio. E não é só na saciedade que as fibras atuam: elas também melhoram o funcionamento intestinal, ajudando o corpo a se livrar de impurezas e evitando o acúmulo de gordura. Ela também possui apenas 10 calorias por folha e é rica em glicosinolatos, fitoquímicos que possuem ação desintoxicante.

Ingrediente excepcional

A folha verde possui ainda outros inúmeros pontos positivos para a saúde: é rica vitaminas A, C, E, K e do complexo B, além de nutrientes como luteína, cálcio, manganês, cobre, potássio, ferro, magnésio, ferro e ácido fólico. “Outro nutriente precioso contido na couve é o óxido nítrico, queridinho dos atletas e praticantes de atividade física, que melhora todo o aparelho cardiocirculatório e ainda ajuda a turbinar a malhação”, pontua Tamara Mazaracki, médica nutróloga e ortomolecular.

Faxina no corpo

A ação detox da couve no organismo acontece devido a substâncias presentes na verdura que conseguem realizar uma verdadeira limpeza no corpo. Segundo a nutricionista Talitta Maciel, os isotiocianatos de glucosinolatos e o enxofre, substâncias encontradas na folha, atuam no fígado durante o processo de desintoxicação, fazendo com que o órgão tenha mais facilidade para eliminar os xenobióticos – substâncias químicas que estão presentes em pesticidas, inseticidas, defensivos agrícolas e outros produtos artificiais – presentes no organismo.

Fruta aliada

Considerado um dos mais potentes alimentos detox, o limão não fica para trás quando o assunto é alimentação saudável. “Ele possui ação alcalinizante e muita vitamina C, o que promove a limpeza do corpo e elimina toxinas acumuladas, além de ajudar na digestão”, esclarece Tamara. Consumir uma unidade da fruta por dia faz com que as furadas da dieta ocorram com menor frequência, pois ela diminui a sensação de fome e a vontade de beliscar guloseimas fora de hora. “A parte branca do limão contém pectina, substância que pode auxiliar na dieta, pois aumenta a sensação de saciedade e, consequentemente, favorece a perda de peso”, revela a nutricionista Tathiana Galante.

Verdinho campeão!

Dentre as frutas cítricas, o limão é aquele que mais apresenta benefícios. Isso porque a fruta contém mais vitamina C do que a própria laranja: 53mg a cada 100g contra 48mg do alimento mais adocicado. Esse nutriente age como antioxidante no organismo, prevenindo o envelhecimento precoce, é fotoprotetor e auxilia na cicatrização e no combate de infecções. Uma dica para turbinar os efeitos da fruta no organismo é ingerir, ainda em jejum, um copo de água com um limão espremido. Além de melhorar a saúde, você também irá sentir os resultados na balança!

Alimento completo

Já ouviu falar no d-limoneno? Esse princípio ativo, presente na casca do limão, auxilia no combate à ansiedade e depressão, diminuindo a compulsão alimentar e a ingestão de calorias extras. Segundo a nutricionista Thereza Emed, a substância atua também como bactericida, fungicida, alcaliniza o sangue e ativa o sistema imunológico, ajudando no combate a gripes e infecções.

Consultoria: Arlindo Fiorentin, estruturador do curso de Alimentação Generativa Ortobioenergética, educador de hábitos de vida e diretor do Instituto OrtoBio; Talitta Maciel, Tathiana Galante e Thereza Emed, nutricionistas; Tamara Mazaracki, médica nutróloga e ortomolecular, do Rio de Janeiro (RJ)

LEIA TAMBÉM