6 dicas para começar a planejar sua viagem de fim de ano

Com algumas dicas é possível evitar problemas nas próximas férias! Confira algumas dicas para planejar sua viagem de fim de ano com tranquilidade!

Por Melissa Marques - 26/10/2016
6 dicas para começar a planejar sua viagem de fim de ano

Fonte: IStock

Para garantir que durante as férias de verão tudo corra bem, o melhor é começar a planejar tudo com antecedência. Não é preciso fazer planos sistemáticos ou ficar ansiosa vivendo somente em prol da futura viagem, mas é fundamental que os principais pontos do roteiro e, principalmente, os custos estejam bem definidos.

Conversamos com o jornalista e viajante Thiago Khoury. Em seu site, o Rodei, Thiago fala tudo sobre viagens, desde sugestões de lugares bacanas, até o esclarecimento de dúvidas sobre compras no exterior.

O experiente viajante separou algumas dicas para você começar a planejar sua viagem de final de ano. Esse planejamento antecipado também ajuda na hora de economizar: “As melhores promoções costumam aparecer de três a cinco semanas da data da viagem. Hotéis, companhias aéreas e outros serviços de turismo diminuem os seus preços sempre que a data de uma viagem está se aproximando e a ocupação máxima não foi alcançada”, conta Thiago.

Confira 6 dicas para começar a planejar sua viagem de fim de ano

6 dicas para começar a planejar sua viagem de fim de ano

FOTO: Divulgação

1) Definir o destino e duração da viagem

Parece bobagem dizer, mas o primeiro passo é escolher o lugar a visitar. A definição das datas geralmente fica em função dos melhores preços das passagens de ônibus, avião ou trem”, indica Thiago. Escolher o local da viagem não é apenas uma questão de vontade de conhecer determinado lugar. “Quando conseguimos conciliar férias e recursos financeiros, é normal ter o ímpeto de querer abraçar o mundo, mas isso não é o mais indicado. Escolha um local que seja condizente com seu tempo disponível”, diz.

Durante a escolha, o tempo de duração da viagem também precisa ser levado em conta. Dependendo dos dias disponíveis que você terá, o destino pode variar e incluir mais ou menos lugares. E claro, a quantidade de dias também irá interferir diretamente no quanto você irá gastar.

Vale a pena inovar na hora da escolha: “Quem foge dos destinos mais comuns e se arrisca nos improváveis, geralmente, não se arrepende. Muitas pessoas não abrem mão de uma praia no verão, mas os destinos típicos do inverno fazem ótimas promoções nessa época. Lugares como Serra Gaúcha, interior de Minas e Foz do Iguaçu tem quedas consideráveis de preço e não perdem o charme em uma troca de estação”, indica o viajante.

viagem com a safada, conto erótico, malas de viagem

FOTO: Shutterstock

2) Estipule quanto dinheiro você está disposto a gastar

Saiba quanto dinheiro você tem e quanto está disposto a gastar. De nada adianta planejar tudo e depois ver que não vai poder arcar com os custos. Ou pior: passar perrengues durante a viagem porque não fez as contas direito.O planejamento financeiro é indispensável. Devemos lembrar que a viagem não se restringe à dobradinha passagens e hospedagem. Os gastos locais também devem ser estimados”, alerta Thiago.

Quem tem a opção de visitar um destino com hospedagem gratuita consegue eliminar o maior gasto da temporada e investir na qualidade dos passeios. Quem topa encarar opções mais baratas de hospedagem, como camping e albergue, também pode se dar bem”, diz. Casais e famílias que optarem por pacotes de viagens também podem conseguir promoções: “Vale checar o quanto antes, pois correm o risco de se esgotarem.” – diz o expert.

3) Definir os participantes da viagem

É muito importante definir quem estará com você nessa viagem: você vai sozinho? A dois? Com amigos? Com a família? Cada tipo de viagem requer um planejamento diferente. Se você irá passar um tempo sozinho, terá que arcar somente com seus gastos, o que é totalmente diferente de bancar uma viagem com os filhos, por exemplo. Em um passeio com os amigos pode acontecer de alguns dos gastos serem divididos, o que economiza uma graninha. Já em família, o dinheiro gasto tende a ser maior.

6 dicas para começar a planejar sua viagem de fim de ano

FOTO: iStock

4) Informe-se sobre o local

Com uma busca mais detalhada pela internet, é possível descobrir várias informações que você vai precisar para planejar a sua viagem: quais os meios de transporte disponíveis? Há pacotes especiais para turistas? Quais os pontos turísticos? Essas são apenas algumas informações que precisam ser verificadas.

Não se esqueça de checar se precisará de passaporte e visto de autorização para poder embarcar para o seu destino ou se é preciso algum tipo de documento especifico. Algumas cidades do Norte do Brasil, por exemplo, pedem um atestado de vacinação contra algumas doenças, como febre amarela.

5) Escolher a hospedagem

O próximo passo é escolher qual lugar você pretende se hospedar durante a viagem. Hotel, casa de amigos ou parentes, albergues, pousadas… as opções são muitas. Dependendo do perfil da sua viagem, um tipo de hospedagem pode se encaixar melhor: um grupo de amigos pode se dar muito bem no ambiente de um albergue, enquanto uma família provavelmente escolherá o conforto de um hotel.

É importante ficar de olho nos serviços disponíveis na hospedagem (café-da-manhã, almoço, jantar) e o que é cobrado à parte. Outra dica é fazer a reserva com antecedência para não correr o risco de ficar sem lugar.

Família com bagagem indo viajar

FOTO: Shutterstock

6) Trace o roteiro da viagem

Como você pretende ir e voltar das suas férias? O que deseja fazer no destino escolhido e como colocará em prática essas opções? Não é necessário planejar cada detalhe da viagem, mas é importante ter em mente os passeios que pretende fazer e as atrações que deseja conferir.

Além de ganhar tempo, comprar as passagens e ingressos antecipadamente, muitas vezes, sai mais barato. Inclua no roteiro a forma como você pretende ir e voltar desse destino (ônibus, avião, carro próprio/alugado, etc) e como pretende se locomover durante o tempo que estiver em férias – por exemplo: ir de táxi do hotel ao teatro, ir de metrô do restaurante para a praia, etc.

Não se esqueça

Alguns detalhes fazem toda a diferença ao planejar uma viagem: “Tudo que é capaz de dar suporte ao viajante também deve ser considerado: informações sobre a segurança local, comprovantes de reserva impressos, seguro médico e cópias impressas e digitais de documentos e cartões de crédito são essenciais”, reforça Thiago.

Também não se esqueça de permanecer disponível para parente e amigos, seja por celular ou telefone de hotel. Também é legal divulgar os seus planos de viagem para essas pessoas, informar em qual hotel vai se hospedar e quais passeios pretende fazer.Sumir no mundo pode funcionar nos filmes, mas, infelizmente, não é nada seguro”, lembra Thiago.

Com essas dicas, você já pode começar a planejar a sua viagem de final de ano e evitar surpresas desagradáveis. Boa viagem!

LEIA TAMBÉM

Texto: Soraia Alves | Fonte: Thiago Khoury, jornalista, assessor de comunicação e repórter de turismo.