5 passos para começar a meditar: benefícios para o corpo e para a mente!

Para meditar e experimentar todos os benefícios da técnica, é preciso conhecê-la melhor. Assista a um passo a passo com 5 dicas para começar a meditar!

Por Erika Alfaro - 17/02/2017
pessoa sentada em posição de meditação como começar a meditar

Foto: Shutterstock.com

Para muitos, meditar é uma atividade religiosa. Outros pensam que os benefícios oferecidos por essa prática relativamente simples são apenas boatos ou mitos. Mas, a partir do momento que a ciência começou a investigar os efeitos da meditação, ficou comprovado que o exercício é capaz de transformar as pessoas. Com resultados na mente, no cérebro e no corpo, diminui o estresse, aumenta a positividade, auxilia o tratamento da depressão, promove alterações químicas e age em dores crônicas. Para experimentar um mergulho nesse universo de bem-estar, concentração e autoconhecimento, é só seguir estes 5 passos para começar a meditar!

Exercício de respiração para começar a meditar

Para começar a meditar, a respiração é muito importante. Por isso, separamos uma dica prática:

“Respire lentamente, contando seis tempos (inspirar e expirar em seis tempos). Essa técnica, além de induzir a um relaxamento, libera as toxinas”, destaca a terapeuta Nara Louzada. Para algumas pessoas, contar é um exercício bastante eficiente, pois a mente se volta para uma atividade racional. Além disso, a música e os mantras agem como métodos de concentração
muito eficientes.

“Não existe meditação sem concentração e a respiração ajuda a aquietar a mente. Ou seja, sair do nível ‘beta’, em que todos os órgãos dos sentidos estão ativados, para o ‘alfa’, quando o foco  é a respiração. Assim, desaceleramos  as ondas cerebrais. Lembrando que meditar, antes de tudo, é estar presente no aqui e no agora”, afirma a profissional.

LEIA TAMBÉM

Texto: Érika Alfaro | Vídeo: Vanessa Sueishi | Consultoria: Nara Louzada, cientista social e terapeuta