5 nutrientes que ajudam a manter as emoções equilibradas

A alimentação pode afastar problemas emocionais, como depressão, ansiedade e estresse. Confira 5 nutrientes que ajudam a equilibrar os sentimentos!

balança com um coração e um cérebro
Foto iStock.com/Getty Images

As doenças físicas não são as únicas que podem ser prevenidas através da alimentação: problemas emocionais, como depressão, estresse e ansiedade, também podem ser equilibrados na hora da refeição. Confira os 5 melhores nutrientes que ajudam a manter as emoções equilibradas.

balança com um coração e um cérebro

Foto iStock.com/Getty Images

Ácido fólico

A carência do nutriente, que também é conhecido como vitamina B9, aumenta os riscos de depressão, de acordo com dados do The Institute for Functional Medicine, nos Estados Unidos. A falta de ácido fólico é encontrada em 40% dos pacientes depressivos. A ingestão da vitamina é indicada, principalmente, antes e durante a gestação, já que ela auxilia na formação do feto e na proteção contra o autismo, segundo uma pesquisa realizada na Universidade da Califórnia, também nos Estados Unidos.
Fontes: feijão; ervilha; lentilha.

Triptofano

É um aminoácido que participa da produção de serotonina, um neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar. “A serotonina vem sendo considerada fator indispensável para o humor. Ela tem sua produção aumentada através do consumo de alimentos ricos em carboidratos e no aminoácido triptofano”, complementa a nutricionista Patricia Ramos.
Fontes: grão-de-bico; banana; chia.

Vitamina C

kiwis cortados ao meio

Foto iStock.com/Getty Images

Um estudo da Universidade do Alabama, dos Estados Unidos, descobriu que grandes doses de vitamina C podem aliviar a resposta do corpo ao estresse. Além disso, a vitamina tem ação antioxidante e, por isso, combate o estresse oxidativo, que se dá devido ao excesso de radicais livres e causa danos às células.
Fontes: tomate; laranja; kiwi.

Selênio

“Tem importante função antioxidante, capaz de remover os radicais livres”, indica a nutricionista Isabel Jereissati. Esses radicais, quando em excesso, propiciam o envelhecimento precoce. Apesar disso, o consumo do nutriente não deve acontecer em quantidade exagerada para que não proporcione efeito contrário à saúde.
Fontes: castanha-do-pará; frutos do mar; aveia.

Saiba mais:

Nutrientes que emagrecem e turbinam a saúde

Monte seu prato com a quantidade ideal de nutrientes

5 alimentos que ajudam a combater a insônia

Cafeína

É muito usada para afastar o sono e ajudar em momentos que exigem concentração. “O café, por exemplo, contém os ácidos clorogênicos, antioxidantes naturais, que ajudam a prevenir a depressão e suas consequências. É um poderoso estimulante do sistema nervoso central, pois a cafeína atua bloqueando a adenosina, neurotransmissor do sono”, afirma a nutricionista Gabriela Marcelino.
Fontes: café; chá verde; chá branco.

Texto Ana Beatriz Casali/Colaboradora | Consultoria Gabriela Marcelino, nutricionista; Isabel Jereissati, nutricionista; Patrícia Ramos, nutricionista