5 maneiras de evitar o estresse

O estresse é uma alteração do organismo quando as pessoas estão diante de algo muito novo ou extremamente desgastante; saiba como evitar o exagero desse sentimento.

estresse

Em casa, no trabalho ou entre os amigos, não é difícil encontrar pessoas que digam estar estressadas. Pelo contrário, o fenômeno é quase um mal inerente à vida moderna. E nessas condições, como se as pessoas fossem copos cheios de água, basta uma gota para “entorná-las” e colocar em desordem diferentes aspectos de suas vidas. Mas afinal, o que é o estresse?

“Ele é causado pelas alterações psicológicas que ocorrem quando a pessoa se vê forçada a enfrentar uma situação que, de um modo ou de outro, a irrite, amedronte, excite ou confunda, ou mesmo a faça imensamente feliz”, explica a psicóloga Marilda Novaes Lipp, especialista no tema.

No vídeo a seguir, veja 5 formas de se preservar do estresse negativo:

Adversidades como impulsos

Assim, uma pessoa pode desenvolver um quadro de estresse tanto pela possibilidade de uma promoção no serviço quanto em consequência de uma demissão. Em qualquer das situações, elas têm em comum a tensão gerada pela necessidade de adaptação frente a uma novidade.

Perda de emprego, divórcio e dificuldades financeiras: tudo isso junto pode ser aterrador para uma pessoa, resultando em um grau de estresse elevado. Contudo, existem indivíduos que, diante dos mesmos problemas – ou até maiores –, respondem de maneira diferente, chegando a se tornar exemplos de superação. Não que não haja sofrimento, mas, para esses, a adversidade funciona quase como um impulso.

Saiba mais:

Estresse pode afetar tempo de cicatrização de feridas

Como o corpo reage a situações de estresse?

Estresse: conheça três livros sobre o tema

 

“Pesquisas indicam que as pessoas mais resistentes ao estresse são aquelas que têm um conjunto de atitudes específicas em relação à vida: são abertas e tolerantes às mudanças, tendem a envolver-se muito com o que fazem e buscam ter controle sobre os acontecimentos de suas vidas”, diz Lipp.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, demonstrou que os riscos de sofrer de estresse cai pela metade naqueles que têm tal postura diante de sua realidade. E o melhor: esse modo de interagir com o mundo pode ser aprendido, desde que se queira. Se ão conseguir sozinho, procure ajuda especializada.

Consultoria: Marilda Novaes Lipp,  psicóloga