5 ervas exóticas para incluir na alimentação, já!

A variedade de ervas é enorme, e existem algumas que fogem do conhecimento popular. A seguir, é possível conhecer algumas delas e os seus benefícios!

ervas-diferentes-para-conhecer-consumir-exoticas
Por Paula Santana - 19/06/2019

Ervas frescas, fundo de madeira

Não há quem resista às ervas: além de promoverem toda a diferença nas refeições do dia a dia, elas também são responsáveis por trazer mais saúde para quem as consome, nas mais diversas áreas. Existem as antioxidantes, termogênicas, calmantes entre outras que, se adicionadas às refeições, significam bem-estar na certa. “Consideradas naturais, ou seja, sem adição de conservantes, as ervas podem ser utilizadas para dar sabor e cor aos alimentos. Isentas de calorias, podem ser consumidas sem muitas restrições”, conta a nutricionista Ângela Cardoso. A variedade de ervas é enorme, e existem algumas que fogem do conhecimento popular.

 Confira 5 ervas exóticas para incluir na alimentação:

Urucum

Além de ser usado para pintura da pele nos rituais indígenas, essa planta apresenta indicações medicinais. Ela tem poder de prevenir problemas do coração, combater hemorragias e afastar a prisão de ventre. Outra característica é seu efeito afrodisíaco.

Contraindicação: gestantes e lactantes devem evitar o consumo. Em doses elevadas, é tóxico para o fígado e pâncreas. Pode causar variações na taxa de glicose.

 

Kummel

Por apresentar ação relaxante, é ideal para tratar problemas digestivos, como gases e enjoos. Além disso, é eficaz no combate às cólicas, sendo bastante usada em crianças. Outra característica da planta é estimular a produção de leite em gestantes. 

Contraindicação: em grandes quantidades, pode se tornar tóxica e causar sintomas desagradáveis.

 

Ylang-ylang

A árvore é originária da Indonésia e também pode ser encontrada nas Filipinas e em Madagascar. O chá de ylang-ylang apresenta propriedade afrodisíaca e é capaz de aumentar a libido. Além disso, o óleo extraído dessa planta equilibra as secreções das glândulas sebáceas, sendo eficaz no tratamento de acne.

Contraindicação: em pessoas sensíveis, pode causar enjoo e náusea.

ervas-diferentes-para-conhecer-consumir-exoticas

Foto: Shutterstock

 

Zedoária

Pode ser usado para tratar problemas digestivos, dar sensação de plenitude ao estômago, prevenir eructações (arrotos) frequentes e combater a anorexia. Também tem propriedades para proteger o fígado e afasta o risco de tumores.

Contraindicação: deve ser evitada por gestantes.

 

Zimbro

De nome pouco conhecido, essa planta pode combater o inchaço e o ácido úrico. Também acalma dores reumáticas e tem poder diurético. Além disso, a erva é expectorante, antisséptica e tonificante.

Contraindicação: não deve ser usado por pessoas com nefrite (inflamação nos néfrons renais).

 

Consultoria: Ângela Cardoso, nutricionista

 

LEIA TAMBÉM: