Entrevista com Mateus Solano, o Mundinho Falcão em Gabriela

Avalie
Entrevista com Mateus Solano

Foto: Alex Carvalho / Rede Globo

 

Mateus Solano conversou com exclusividade com a Guia da TV e revelou que seu personagem ainda vai passar por muitos conflitos em Gabriela. Além de falar sobre Mundinho Falcão e o seu destino com Gerusa Bastos, personagem de Luiza Valdetaro, Mateus ainda comentou sobre o ritmo de gravações da novela e como se preparou para interpretar este novo personagem na tevê. Quando o assunto é  família, o ator se derrete  ao falar de Flora, fruto do relacionamento com a atriz Paula Braun. “Não tem como descrever, porque acho que todas aquelas frases se tornam clichê. E agora começam a fazer todo o sentido!”, afirma Mateus. Confira as outras declarações do ator:

 

Guia da TV: Como você vê esse senso de justiça de Mundinho Falcão?
Mateus:Mundinho representa o próprio progresso, e vem carregado, sim, de um forte senso de justiça social, que não existia naquela Ilhéus coronelista. Mas não podemos nos esquecer de que ele também quer reescrever sua própria história, já que vem do Rio de Janeiro fugindo de um amor proibido pela mulher do irmão mais velho. Ele vê naquela Ilhéus, tão rica quanto atrasada, a oportunidade de deixar sua marca na História. Apesar de todo seu senso de justiça, Mundinho tem fome de poder.”

Guia da TV: Alguns atores assistiram e outros preferiram não ver nada da primeira versão de Gabriela, para não correr o risco de interpretarem igual. Como foi a composição de Mundinho Falcão?
Mateus: “Estudei grandes pensadores e pessoas que deixaram sua marca na história, que foram responsáveis por quebras de paradigmas sociais. Estar lá na Bahia para gravar algumas cenas também foi fundamental, assim como a excelente preparação de elenco que a produção da novela ofereceu e oferece durante todas as gravações. Assisti sim alguns pedaços da antiga versão de 75, graças a um amigo meu que é fanático por novelas. Mas procurei ver com distanciamento, já que nosso tempo agora é outro, assim como o público e o país. A Gabriela da ditadura e a da globalização não pode ser parecida.”

Guia da TV: O autor já comentou que a história não seguirá exatamente o mesmo percurso da primeira versão. Você acha que uma tragédia também pode marcar o romance entre Mundinho e Gerusa?
Mateus: “Eu tenho certeza de que muitos conflitos virão!”

 

Guia da TV: A Juliana Paes comentou que, apesar da novela ir ao ar apenas de terça a sexta, as gravações são bem cansativas. Como concilia o tempo com a família?
Mateus: “Toda sexta-feira chega o roteiro da semana seguinte, de forma que consigo organizar minha vida com uma semana de antecedência. Está muito bom.”

 

Guia da TV: A profissão de ator, às vezes, exige mais que interpretação. Cuidar do corpo também é uma das suas prioridades como ator?
Mateus: “Cuidar do corpo e da cabeça é prioridade como ser humano. Quero morrer bem velhinho e com a corda toda.”

 

Guia da TV: Como você descreve a emoção de ser pai?
Mateus: “Não tem como descrever, porque acho que todas aquelas frases se tornam clichê. E agora começam a fazer todo o sentido! Sou um pai presente que sempre ajuda a cuidar da Flora.”

Guia da TV: Atualmente você é casado. Onde conheceu a Paula?
Mateus: “Nas gravações de um curta metragem chamado Maridos, Amantes e Pisantes, de Angelo Delfanti, há uns quatro anos. Acredito muito que a sinceridade com a parceira e consigo mesmo sejam fundamentais para manter o bom relacionamento.”

Guia da TV: E como você lida com a fama?
Mateus: “É muito bom ter meu trabalho reconhecido pelas pessoas e também por profissionais que eu admiro. A fama em si é vã. O que fica são os bons trabalhos!”

Bate Bola
Se não fosse ator o que seria? “Nunca tive uma segunda opção.”

Como é o Mateus longe das câmeras? “Um cara boa praça.”

Quando está de folga, o que curte fazer? “Andar de bicicleta e curtir os amigos em casa.”

Você se considera uma pessoa tranquila? “Sim! Gosto muito da minha casinha, da minha família e dos amigos.”

Mais lidas