Entrevista com Jackson Antunes

Avalie

Entrevista com Jackson Antunes 

O ator de “A Cura” fala de saúde, arte e como lida com a profissão e sua vida pessoal

 

Guia da TV: Você chegou atrasado para o lançamento de “A Cura”. O que houve?

Jackson: Cheguei atrasado porque estava cuidando do meu filho, que está com 40º de febre. Entre pai e ser ator há muitas semelhanças. Você procura a tranquilidade de sanar a febre do filho com a mesma força que tenta encontrar seu personagem.

Guia da TV: E você, como está? A sua saúde deu um susto no público quando você estava gravando “A Favorita”, não é verdade?

Jackson: Eu nunca quero estar são. Acho que meu corpo está todo doente, mas eu estou sempre bem. A arte transcende qualquer doença, ao contrário do que pregam algumas pessoas, com essa coisa de ser celebridade.

Guia da TV: E antes das gravações de “A Cura”?

Jackson: O trabalho mais recente que fiz foi com o Ricardo Waddington e com o João Emanuel Carneiro, em “A Favorita”.

Guia da TV: Você acredita em milagres?

Jackson: Se eu nasci de uma gota de esperma, por que vou duvidar? Nasci predestinado a não dar certo. E sou ator! Estou aqui, vencendo qualquer estigma.

Guia da TV: Você vai fazer 50 anos. Já sabe como deve comemorar?

Jackson: Meu filho faz aniversário junto comigo. Já que ninguém quis contar a minha história, quero contá-la. Dirigi meu primeiro filme, que conta a história de duas senhoras. Falo da terceira idade no cinema, em película. O filme foi feito em nove dias. Esses são meus planos.

Guia da TV: Como você avalia essas quatro décadas de carreira?

Jackson: Quando eu estreei em “Renascer”, a novela comemorava 80 de Ibope. O gênero tem sofrido um pouco, existe a tevê a cabo e a internet, mas isso não é uma explicação.

Entrevista: Marvio Gonçalves/Colaborador
Foto: Alex Palarea/AgNews

Mais lidas