Entrevista com Fiuk e Fábio Jr.

Avalie

Entrevista com Fiuk e Fábio Jr.A dupla fala de estilo, carreira, fases e as experiências vividas juntos

 

Guia da TV: Vocês já disseram que teve uma cena em que os dois se abraçaram muito e choraram de emoção. Falem um pouco sobre isso.

Fiuk: “Nós dois somos muito intensos. Durante a vida toda vivemos momentos muito lindos. Brigamos, mas isso é normal, coisa de pai e filho, só que somos muito intensos nos momentos de emoções. Quando a gente estava gravando, depois de terminar uma cena emocionante, quando acabou, um olhou para a cara do outro, na hora da gente fazer as pazes e foi quase aquela coisa… A gente ficou se abraçando uma meia hora ali…”
Fábio Jr.: “Meia hora não, né? Foi uns 15 minutos, vai! (risos)”.

 

Guia da TV: Como foi viver esse misto de realidade e ficção nesse especial?

Fiuk: “Olha, eu conheço poucos autores, tenho muito pouco tempo de experiência, mas entre todos que eu trabalhei, a Ingrid (que escreveu o especial) é um achado. A gente trocou algumas informações, mas não sei como ela conseguiu fazer um texto com tanta coisa que tem a ver comigo e meu pai. Parecia que ela tinha instalado uma câmera na minha casa.”

 

Guia da TV: Como foi gravar com o Eri, que fez “Malhação” com você, Fiuk?

Fiuk: “Foi muito louco ter o Eri ao meu lado porque a gente não chegou a gravar junto antes, mas dividiu o mesmo set em “Malhação”. Na época, comentamos que seria bacana trabalharmos juntos. Um dia o Mário me ligou dizendo que tinham escolhido quem faria o meu empresário no especial e passou o telefone para o Eri, foi muito legal essa coincidência.”

 

Guia da TV: Fiuk, você foi convidado para participar de “Fina Estampa”, próxima novela do Aguinaldo Silva, e não aceitou… (ele interrompeu a pergunta)

Fiuk: “Na verdade, eu não recebi nenhum convite oficial. Ouvi boatos, dizem que talvez, mas nada oficial. Aí, em uma entrevista, durante um show, me perguntaram. Eu respondi que queria me dedicar à música. Aí rolou um boato de que eu não aceitei. Mas nem me convidaram, como podem achar que eu não aceitei!”

 

Guia da TV: Então você pode aceitar se vier o convite oficial?

Fiuk: “Se eu tiver meu tempo para estudar, lançar meu disco, aceito, claro! Eu me preocupo em ter conteúdo musical. Não adianta nada eu ir, fazer a novela das oito, estourar de novo e não cuidar da minha base musical. Prefiro entrar numa novela bacana, cheio, pronto. Acho que é mais uma questão pessoal até.”

 

Guia da TV: De quanto tempo você precisaria?

Fiuk: “Bom, acho que se eu pegasse um ano de estudo, ficaria mais tranquilo. Mas eu faço amarradão! Eu adorei fazer “Malhação” e quero muito voltar ao ar para atuar.”

 

Guia da TV: Fiuk, você gravou uma das músicas desse especial no estúdio do Caco, do NX Zero. Como é a sua relação com o grupo?

Fiuk: “Sempre fui fã dos moleques, eles começaram antes de mim. Fizeram muito sucesso antes e eu olhava e pensava “caramba, eles são iguais a mim, fazem o som deles e, desculpem o termo, estão cagando e andando para o mundo, querem mais é ser felizes”. Eu ficava em casa sofrendo porque pensava que por ser filho do Fábio Jr., tinha que provar para o mundo que eu era bom. E eles não tinham que provar nada para ninguém. Eles estavam felizes da vida fazendo o som deles. É muito legal, depois de muito tempo, poder chegar junto dos caras e conhecer eles.”

 

Guia da TV: Você já gravou com seu filho e cantou com ele. Tem vontade de fazer isso com a Cleo também? Já conversaram a respeito?

Fábio: “Olha, nunca aconteceu, não conversamos, mas se acontecer, vai ser ótimo. São meus filhos, seria um grande prazer. E vocês precisam ver a Cleo cantando! Que voz!”
Fiuk: “É verdade, precisam ver mesmo!”

 

Guia da TV: Fiuk, você mudou de visual há pouco tempo para umas fotos. Foi pensando na carreira solo também?

Fiuk: “O visual tem um pouco a ver com uma nova fase, mas essa história do cabelo foi para fazer umas fotos. Eu já estou voltando. Teve uma repórter que me disse que eu era meio Sansão, cortei o cabelo e fiquei encanado com aquilo, realmente, não gostei do cabelo. Estou sentindo falta daquela cabeleira bagunçada, do cabelo no olho.”

 

Guia da TV: O visual colorido também ficou mais discreto…

Fiuk: “O visual colorido começou na minha fase Malhação. O Bernardo seguia muito essa linha, mas como a gente vive de fases, estou lançando uma nova fase, um novo desafio. Até minha coleção mudou. Acho que qualquer adolescente, qualquer moleque vive de fases. Ninguém é colorido para sempre.”

 

Guia da TV: Você está lançando um diário e sua relação de proximidade e admiração com seu pai chama a atenção. Como isso funciona com o público?

Fiuk: “Já me agradeceram por eu ajudar na relação deles com o pai, principalmente depois que fomos juntos ao Faustão. Pô, ajudar uma pessoa já me deixa honrado, imagina um monte de pessoas! Espero que esse livro ajude também nesse sentido.”

 

Guia da TV: E milhares de seguidores no Twitter…

Fiuk: “Já cheguei a um milhão! Mas acho que é uma questão de foco e objetivo.”

 

Texto: Larissa Faria
Entrevista: Marvio Gonçalves/Colaborador
Foto:

Mais lidas