Entrevista com Duda Nagle e Lidiane Ribeiro, da série Divã

Avalie

Interrompendo sua temporada em Los Angeles para participar da produção da série Divã, Duda Nagle vive o personagem Bruno, filho de Mercedes (Lilia Cabral) que se envolve com uma mulher mais velha. Ele fala da paixão pela trama e como tem tocado sua carreira de ator:

Entrevista com Duda Nagle e Lidiane Ribeiro, da série DivãGuia da TV: Como você recebeu o convite para fazer “Divã”?

Duda: Eu assisti “Os Normais” umas 500 vezes, foi um dos seriados que eu mais estudei na minha carreira. E o Alvarenga (José Alvarenga Jr., diretor) é um diretor espetacular. Eu queria atuar um dia com ele. A Totia foi minha primeira mãe, a Júlia Almeida era minha irmã em “Caminho das Índias”. Eu nem sabia que eu era tão fã do Saback (Marcelo Saback, autor) porque já tinha lido várias coisas que ele escreveu, mas não tinha ligado ainda o nome à pessoa. E já trabalhei com o Jayme. Então, foi só alegria.
 

Guia da TV: Você estava viajando quando foi convidado. Como isso ocorreu?

Duda: Eu estava em Los Angeles. Estava passando um tempo fora do Brasil e faltava um mês para voltar quando descobri que o Alvarenga estava me procurando. Fiquei muito feliz e, ao mesmo tempo, perdido, porque ainda tinha coisas para fazer lá. Mas decidi vir e, para não pegar o bonde andando, assisti ao filme umas 500 vezes. No livro, são três filhos, um pouco mais velhos até. Eu estou com 27 anos, mas meu personagem tem vinte e poucos. E é legal quando a gente trata o espaço mãe e filho. Mãe preocupada, mas que se mexe demais. Uma pena o José Mayer não ter feito, que é quem interpreta o pai. A gente recebeu um episódio em que ele aparecia no texto, mas não deu para ele gravar.

Guia da TV: O que você estava fazendo em Los Angeles?

Duda: Eu estava descobrindo um mundo novo. Acho que a profissão do ator força a nossa curiosidade em relação às pequenas coisas da vida e também às grandes ideias por trás dessas pequenas coisas. O trabalho em si, o tempo gravando, é uma pequena parte do todo. Tem de ter uma base. Fiquei a maior parte do tempo em Los Angeles. Foram cinco meses e meio.
 

Guia da TV: Mas você fez algum curso?

Duda: Fiz umas aulas, uns seminários. Em qualquer faculdade, você pode assistir aulas como ouvinte. E a questão do inglês é importante. Meu inglês era bem mais fraco que hoje. Aproveitei para estudar e praticar o idioma.

Guia da TV: Você pensa em trilhar uma carreira internacional?

Duda: Eu já tenho uma carreira internacional. A Globo é exibida no mundo todo. É impressionante ver em Los Angeles uma família da Armênia falar com você porque gostou da novela que você fez. O mundo está ficando cada vez menor para a Globo. Mas eu tenho vontade de trabalhar no mundo todo, estou aberto a boas oportunidades. Estou jovem ainda. Muita coisa pode acontecer no futuro.

  

Lidiane Ribeiro uma ótima fase na carreira. No elenco de Divã, a atriz fala dessa superprodução:

Entrevista com Duda Nagle e Lidiane Ribeiro, da série Divã

Guia da TV: Fale um pouco mais sobre sua personagem na série.

Lidiane: Eu faço a Natália, a empregada da Mercedes. E ela é muito abusada. Do tipo que ouve a campainha tocar e não quer atender. Eu fiquei muito feliz porque eu vi o filme e adorei. E sou muito apaixonada pelo Alvarenga (José Alvarenga Jr., diretor). Eu vou para casa tranquila todos os dias porque a vida de atriz é muito incerta, a gente vive insegura e eu estou trabalhando com um grupo que é ótimo.
 

Guia da TV: Você já tinha feito outras coisas na TV?

Lidiane: Esse é o meu primeiro trabalho mais expressivo. Até já fiz algumas participações na tevê, mas é o meu primeiro personagem. E eu tenho texto! É bacana que eu acho o Alvarenga um mestre. Dá as dicas de como se portar em cena. Até porque eu venho do teatro, onde tudo é maior. Eu estou aprendendo muito aqui. Fico feliz de estar nesse projeto proque o elenco é ótimo, o texto é genial e o elenco é espetacular. Sou fã da Lilia, acho ela uma atriz maravilhosa.

Texto: Larissa Faria
Entrevista: Marvio Gonçalves
Foto: TV Globo/João Miguel Júnior

Mais lidas