Carolina Dieckmann

Avalie
Carolina Dieckmann

Foto: Roberto_Filho_e_Philippe_Lima_e_AgNews

Aos 32 anos, Carolina Dieckmann está linda, super em forma e se revezando nos papéis mais importantes de sua vida – mãe, esposa e atriz. Na pele da interesseira Teodora em “Fina Estampa”, a atriz abre o jogo sobre o desafio de interpretar um tipo “piriguete” quando se tem filhos e marido assistindo a novela. Carol aproveita e contra como se sente na nova fase de “gostosona”.

Como é a ‘Teodora’ segundo sua interpretação?
Carol: “A Teodora é meio ‘Barbie Girl’. Ela tem um cabelo mais bege, o look é meio inspirado na ‘Barbie’.”

Chega a ser um pouco Paris Hilton?
Carol: “Tem uma pitada de Paris Hilton, sim. Mas tudo são ideias. Quando a personagem entra, começa a falar, andar, participar das situações, aí ela vai ganhando vida.

Você acredita que a fama de antipática pode diminuir com essa personagem?
Carol: “Ih, a Teodora é a maior antipática! Se eu for esperar isso para tirar fama de antipática, não vai rolar mesmo.”

Quem fez os seus cabelos para essa novela? Você gostou desse tom de louro?
Carol: “O Tom Reis fez a cor. Eu curti esse look. Sabia que eles queriam me deixar loura, mas eu não queria ficar tão loura quanto na época da ‘Leona’ de ‘Cobras & Lagartos’. Já fiquei assim e acho mais bacana procurar outro tom. Eu já tive muitos tons de louro, mas esse bege eu nunca tive.”

Como você prefere seu cabelo? Em seu último trabalho, em ‘Passione’, você estava morena…
Carol: “Não sei como eu prefiro. Meu último trabalho foi morena, mas eu não aguentava mais as pessoas me perguntando por que a ‘Diana’ tinha morrido. Então, nem esperei o cabelo sair. Pintei logo de louro para não responder mais nada.”

Quanto às cenas picantes: seu filho fica com ciúme?
Carol: “Estou preparada para as perguntas dele. Quando ele nasceu, eu já era atriz. Na época da ‘Leona’, ele tinha uns seis anos e falava que a mamãe era muito má. Pode ser chato de repente se um amiguinho fizer comentários. Mas é meio surpresa. Em novela, as coisas vão acontecendo, não sei o que vai rolar. Na festa do último capítulo eu te conto essas coisas.”

Você está gostando dessa fase de “gostosona”?
Carol: “Estou amarradona em fazer a ‘Teodora’, estou louca para fazer o mais picante e sexy possível! Mas, de verdade, eu não gosto de estar com formas de gostosa. Sou como a Galisteu: me chamou de gostosa, acho logo que estou gorda. Mas todo personagem tem um pouco disso. De repente, começo a gostar no decorrer dos capítulos, vamos ver.”

O que mudou para você conseguir esse corpo?
Carol: “Minha perna e bunda cresceram. Não sei quanto, mas cresceram. Eu estou fazendo Muay Thai: olha só o meu braço! Minha barriga está igual a de um homem. É impressionante o quanto o corpo muda. E é só com a prática da luta mesmo.”

Por que você decidiu fazer luta? Tem a ver com a novela?
Carol: “Pois é. Faço mulher de lutador. E eu não curto muito fazer laboratório. Então, dei uma pesquisada em algumas meninas que namoram lutadores. Normalmente, elas também fazem luta.”

Qual o segredo para tanta saúde e beleza?
Carol: “Para mim, segredo de beleza é a felicidade. É acordar de manhã e ver meus filhos, ver que o mais velho agora tem espinha. Aí, quero levar no dermatologista, mas não posso dar essa pinta porque ele vai achar um saco. Vou ter que eu ir e levar junto. Não sei ainda como tratar desses problemas de adolescência com um homem.”

Entrevista: Marvio Gonçalves/Colaborador

Mais lidas