Saiba como manter uma vida sexual ativa com segurança

Avalie
Saiba como manter uma vida sexual ativa com segurança

Foto: Thinkstock/Getty Images

 

Hoje é o dia dos solteiros e tem muita gente que vai comemorar essa data da melhor maneira possível, ou seja, livre! Mas sabemos que estar solteira não é sinônimo de monotonia, afinal, o lema já diz: “solteira sim, sozinha nunca”.

Dessa forma, é preciso aproveitar esse e todos os outros dias como solteira de uma forma segura, se relacionando sempre com consciência.

Dicas para uma vida sexual saudável

Você sai e acaba encontrando alguém que chame sua atenção e a pessoa corresponde também, mas os dois querem permanecer solteiros. E agora, será que rola  sexo?

Para se manter segura quando o assunto é sexo sem compromisso, é sempre bom estar atenta a alguns detalhes que podem te auxiliar na hora de decidir se vale a pena ir “aos finalmentes”. Veja dicas da sexóloga Patrícia Cardoso para curtir a solteirice de forma segura e responsável:

– Primeiro, você deve estar segura de sua decisão e também das consequências. Ou seja,  não é hora de criar expectativas em relação à transa. Em geral, homem encara o sexo de uma maneira diferente, muito menos comprometida.

– Exija o uso da camisinha, pois além da gravidez, ela previne também as doenças sexualmente transmissíveis.

Tente descobrir antes o verdadeiro estado civil do pretendente. Imagina  descobrir que o cara é casado e não te contou? Melhor saber logo do que descobrir depois.

– Não se exponha demais a riscos e tente sempre se relacionar com pessoas que sejam conhecidas (ou pelos menos conhecidas de amigos).

– Cuidado em encontros com pessoas que você conhece apenas na internet – eles oferecem mais risco e podem esconder uma armadilha.

– Se está carente, cuidado para não confiar demais nas pessoas logo de cara. “Carência demais atrai desilusões, além do risco de contrair doenças”, afirma a sexóloga.

Tenha em mente que o principal intuito é a diversão e aceite a sua solteirice, pois assim evitará sofrimentos desnecessários.

Tags:

Mais lidas