Ele não consegue chegar lá! E agora?

Avalie

Quando se pensa em problemas sexuais dos homems, muito se fala em ejaculação precoce ou impotência sexual. Mas quem pensa que a dificuldade de chegar ao prazer máximo durante uma relação sexual ocorre só com mulheres está enganado. Alguns homens, por fatores psicológicos ou não, também não conseguem atingir o orgasmo.

Ele não consegue chegar lá! E agora?

Foto: Shutterstock / Getty Images

Antes de achar que você não é boa o suficiente para fazer o cara chegar lá ou que ele não serve pra você, vamos entender porque isso acontece. Para isso, a Guia Astral conversou com a psicóloga Leila Canettieri e com o urologista Edgard Romanato.

 

Causas Psicológicas

Primeiramente, deve-se compreender que existe uma grande diferença entre ejaculação e orgasmo. A ejaculação é um fenômeno físico de contrações musculares que resultam na expulsão do sémen e é popularmente conhecida como o ato de gozar. Já o orgasmo é a reação emocional de intenso prazer em reação a um estímulo sexual. Assim, segundo Leila Canettieri, é possível a ejaculação acontecer sem o orgasmo e vice-versa, como também é possível que os dois ocorram ao  mesmo tempo.

Leila ainda adianta que o grande problema, nos dias de hoje, é o modo com que o sexo é encarado: “Vivemos em uma sociedade em que a relação sexual é mostrada através de novelas, filmes, entre outros, como algo altamente satisfatório e simples. A mulher está sempre pronta para ser penetrada e deseja ser possuída, o homem está sempre ereto e possui uma performance incrível e após 5 minutos ambos estão satisfeitos e atingiram o orgasmo”.

Acontece que a realidade está muito distante dessa fantasia que insistimos em acreditar. O sexo pode, sim, ser insatisfatório mesmo quando a saúde está impecável. A psicóloga afirma que fazer amor tem a ver com pensamentos, desejos, relacionamentos e emoções e não somente no ato sexual em si, logo, a sensação de culpa, o cansaço, a preocupação, a indisposição e uma expectativa muito alta podem transformar uma relação que tem tudo para dar certo em algo completamente insatisfatório.

A forma como o homem se vê também é superimportante para chegar ao orgasmo. Quando o parceiro não está satisfeito com o próprio corpo e não sabe onde mais sente prazer, é comum que a insegurança fale mais alto e faça com que ele não aproveite o momento.

“O parceiro sexual e o ambiente também são fatores de grande relevância e que devem ser levados em consideração. Mas, caso o problema ocorra com frequência, é hora de procurar um especialista para chegar a um diagnóstico e realizar o tratamento necessário”, finaliza a psicóloga.

Quando se trata de um problema de saúde?

Antes de partir para um tratamento psicológico, é preciso garantir que a dificuldade de chegar ao orgasmo não tenha nada a ver com questões orgânicas. Medicamente falando, essa situação tem nome e pode ocorrer tardiamente ou nem acontecer. Segundo o Dr. Edgard, o chamado Transtorno do Orgasmo Masculino aparece, na maioria das vezes, pelo uso constante de medicamentos que podem diminuir o desejo sexual, colocando em risco o relacionamento com o parceiro. Para isso, existe tratamento que varia dependendo da causa, mas é completamente indolor. “A dor maior pode ocorrer pela perda de alguém que se ama por medo ou receio de buscar ajuda”, completa o Dr. Para saber se este é o caso, é necessário marcar uma consulta com um urologista.

Então, agora que você já sabe tudo sobre o problema e se isso está acontecendo com o seu parceiro, tenha calma! Não adianta entrar em pânico e questionar quem errou e quem acertou. Respire fundo e não encane! Dê mais chances para que ele possa mostrar seu desempenho e divirtam-se na cama. O prazer será consequência!

Tags:

Mais lidas