A mente masculina

Avalie
homem olhando mulher fazendo striptease

Foto: Thinkstock/GettyImages

Já imaginou saber o que seu parceiro está pensando na hora do sexo? Tudo bem, por enquanto, isso não passa de um filme de ficção estrelado por Mel Gibson em Do que as Mulheres Gostam, mas a Guia Astral foi em busca de algumas respostas masculinas para entender o que passa na mente deles nos momentos de intimidade.

Preliminares
Os homens adoram as brincadeiras que aquecem os momentos de intimidade antes do ato em si. Eles não só participam ativamente como sentem muito prazer ao dar prazer. Mas as preliminares não podem demorar muito. Geralmente, os homens tem mais pressa para dar início ao ato e chegar ao orgasmo.“Eu gosto, não só de sentir prazer como também dar prazer. Entendemos que a mulher deve ser estimulada e isso leva um pouco mais de tempo para acontecer do que nos homens. Mas que isso não dure uma eternidade, pois não aguentaria ter que ficar me segurando por muito tempo”, fala Fabiano Machado, 28 anos. A dica é descobrir um equilíbrio, que não seja muito rápido para você, nem muito arrastado para ele.

Celulite
Os homens podem até perceber uma celulite ou outra no corpo feminino, mas acredite: eles dão muito pouca importância para isso. O mesmo vale para estrias ou vasinhos que aparecem de vez em quando. Essas coisas nem passam pela cabeça deles na hora do sexo. As preocupações deles costumam ser outras neste momento.“Até entendo que a maioria das mulheres prefere transar com a luz apagada para esconder alguns defeitinhos que elas dão valor em excesso. Eu, e grande parte dos homens que conheço, na verdade, damos a mínima para essas coisas. Até percebemos a existência de uma celulite ou outra, se repararmos bem, mas isso pouco importa para nós na hora do sexo. Na hora H, não pensamos em nada disso”, revela Paulo Toledo, 30 anos. Portanto, meninas, nada de encanação!

O tamanho do peito
Este é um gosto muito particular. Há os que preferem seios fartos, outros escolhem os de tamanho menor, ou até os que nem se preocupam com isso. No entanto, quando a garota tem um bom papo, é agradável, sem ser muito pegajosa, o tamanho do peito torna-se apenas um detalhe na hora H. Quando o homem está a fim de verdade, esse quesito passa para um segundo plano. Portanto, possuir seios grandes não é receita certa para agradar o gato, por mais difícil que seja acreditar nisso. “A princípio, a garota precisa ter um pouco de peito, nem precisa ser grande. Se gostei dela, isso tem pouca importância na hora H”, assume Jorge Rubens, 24 anos.

Gordura localizada
Está aí outra coisa que os homens mal sabem o que é. Os chamados pneuzinhos que se acumulam na cintura provocam verdadeiros abalos na autoestima de muitas mulheres. Mas, na verdade, os homens só reparam nesse quesito se o volume for grande, a ponto de mudar o corpo da mulher. No entanto, isso não atrapalha o tesão na hora do sexo. “É o tipo de coisa que só vamos reparar se o pneuzinho for muito grande, mas nada que nos desanime”, afirma Osvaldo Prado, 32 anos.

Lingerie
Sim, ela tem um papel importante na intimidade. Mas, na maioria dos casos, os homens nunca ligam para uma combinação perfeita, detalhes com renda, se é de algodão, etc. Eles realmente preferem calcinhas bem pequenas e adoram um fio dental. Invista nelas! Ah, e a calcinha bege é, definitivamente, broxante. “Quando minha parceira aparece com uma calcinha bege, me lembra uma vovó”, fala Guto Silva, 25 anos. Para quem ainda não sabe, algumas fabricantes de lingerie já produzem calcinha cor violeta que também serve como segunda pele na hora de vestir uma calça ou blusa brancas. Boa, né? Então, aproveite para dar um fim à lingerie bege.

O beijo
Beijar nunca é demais. Engana-se quem pensa que os rapazes não gostam de serem beijados. Nas preliminares ou até durante a transa, beije o seu gato. É um ato de afeto que também estimula os homens. Mas não precisa beijar a todo momento, intercale algum carinho entre um movimento e outro para não ficar com a boca colada na dele o tempo todo. “Quando a parceira beija bem, a troca durante o sexo fica mais intensa. Desde que o beijo não se torne uma obrigação, essas carícias são importantes”, opina Guilherme Couto, 27 anos.

Naturalidade
Jamais, em hipótese alguma, finja um orgasmo se não for uma boa atriz. Homens detestam ser enganados e, se não estiver realmente sentindo muito prazer, nada de cenas cinematográficas. Aja com naturalidade. Vale elogiar o desempenho do gato, desde que seja sincera. Mas fuja de comparações. Isso pode gerar encanações com o seu passado sexual e aí, já viu, né?

Tamanho é documento…
… para o homem, sim! Todos, ou quase todos, gostariam de ter um pênis um pouco maior, ou mais grosso, pelo menos. Mesmo que mulheres digam que isso não tenha muita importância, para eles, no fundo, tem. “Eu adoro quando uma garota elogia o meu membro. Faz bem para o meu ego”, assume Rômulo Silva, 21 anos. Viu só, meninas, isso é importante para a “manutenção” da masculinidade do gato. Portanto, elogie, sobretudo o tamanho. Mas cuidado para não soar falso, ok?

Papo picante
O diálogo sexual também é algo que, na visão masculina, ganha importância na hora H. Mulheres silenciosas ou indiferentes irritam grande parte deles. Dar sinais como “continua” ou “mais para a direita” são essenciais. Vale dizer besteirinhas ou frases mais picantes. A dica é ser criativa. O que não vale é ficar muda. Cuidado para não exagerar no papo. Falar demais na hora da transa irrita qualquer um.

Conhecimento de causa
Além de uma parceira calada, a falta de atitude na cama é outro fator que, no mínimo, desanima os homens. “É frustrante quando saio com uma garota que parece ser experiente, mas, na hora H, fica na posição esperando que o homem faça todo o trabalho”, ressalta Luiz Carlos, 31 anos. Está dada a dica: interagir na cama é tudo. Para não dar nenhuma bola fora, o primeiro passo é se conhecer, saber como e onde sente mais prazer, e a posição que mais lhe agrada. Só assim você poderá mostrar ao gato o caminho para o mapa da mina. Depois de se conhecer, vale saber como agradar um homem na cama. Para isso, leia revistas que tratem do assunto, acesse sites, estude posições e o principal: perca a vergonha.

Sem exigências
O ato sexual, além de ser muito íntimo, é um momento de descontração entre o casal. Não deve haver cobranças ou exigências para não desanimar ninguém, já que o homem depende de estímulos e confiança para manter-se “animado”. E cobranças podem mexer com o ânimo do rapaz, portanto, avalie bem o que vai dizer. “Quando a parceira é muito exigente durante o sexo, dá uma insegurança, medo de não agradar. Acho legal ela dar sugestões, mas, quando vira cobrança e você não corresponde, o receio de gerar alguma frustração é enorme”, Robson de Paula, 24 anos.

Atenção com a higiene
A higiene tem importância fundamental e pode até acabar com o clima na hora H. Isso inclui depilação, também. De nada adianta estar linda, maquiada, com o cabelo perfeito se as partes íntimas não recebem os mesmos cuidados. “Uma vez, não aguentei o odor forte da menina e parei tudo. Fiquei sem jeito de sugerir um banho e acabamos nem transando. Isso brocha qualquer um”, relata João Paulo, 32 anos. Invista em saúde, consulte regularmente um ginecologista e faça uso de sabonetes íntimos, além de calcinhas novas. E a depilação sempre em dia, tá?

Dicas rápidas
Manere na maquiagem, perfume e bijuterias. A maioria dos homens não gosta de peruas.
De vez em quando, se proponha a pagar a conta do motel. Talvez ele não aceite, mas vai gostar da iniciativa.
Beba! Uma caipirinha de saquê já serve, se você não gosta de cerveja. Um pouco de bebida vai deixar você mais solta na cama. Mas sem exagerar na dose, tá?

Dica final
Depois de ter uma noção do que os homens pensam na hora do sexo, a dica final não podia ser outra: se preocupe mais com você e menos com o seu parceiro. Procure se conhecer melhor e faça sexo com vontade, não apenas para agradar o gato. A encanação sobre “defeitinhos” no corpo é puramente feminina e, muitas vezes, a preocupação impede a mulher de curtir o momento, ok?

Texto: Gabriel Pelosi
* Os nomes foram trocados para garantir a privacidade dos entrevistados.

Mais lidas