Check-up: exames que toda mulher deve fazer

Avalie

Os maiores índices de doenças que acometem as mulheres provêm do sistema reprodutor. Realizar os exames ginecológicos adequados para cada idade não só previne doenças como também esclarece dúvidas, melhorando a qualidade de vida.

“Atualmente o cotidiano agitado das mulheres acaba limitando o seu tempo para a prevenção de doenças e cuidado de seu bem-estar”, comenta Afonso Nazário, ginecologista, obstetra e chefe do Departamento de Ginecologia da Unifesp.

Para a qualidade de vida da mulher, sabemos que uma alimentação saudável aliada a uma atividade física regular pode fazer maravilhas, assim como disponibilizar uma hora para o lazer e prevenir o estresse.

No entanto, verificar a situação geral de sua saúde mesmo quando estamos nos sentindo bem é importante para diagnosticar doenças e preveni-las. Confira os exames ginecológicos que toda mulher deve fazer anualmente:

Check-up: exames que toda mulher deve fazer

O papanicolau, também conhecido como preventivo ginecológico do colo uterino, detecta células no colo do útero que podem vir a ser cancerígenas vários anos antes da formação do câncer. Esse exame deve ser feito anualmente por mulheres sexualmente ativas (ou que já foram) e também por mulheres a partir dos 24 anos.

A principal alteração que pode levar a esse tipo de câncer é a infecção pelo papilomavírus humano, o HPV, com alguns subtipos relacionados a tumores malignos. De acordo com informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), é o segundo tumor mais frequente na população feminina e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Por ano, são 4.800 vítimas fatais e mais de 18 mil novos casos.

Já a mamografia é feita em mulheres a partir dos 40 anos. Embora você esteja “livre” deste exame porque ainda é nova, lembre-se de incentivar as mulheres mais velhas que convivem com você. Afinal, esse exame previne o câncer de mama, que ainda é o mais comum entre a população feminina e com alta taxa de mortalidade, visto que o diagnóstico sempre é feito tardiamente.

Muitas mulheres acreditam estar imunes por realizarem o autoexame da mama. De acordo com o INCA, ele não substitui o exame físico realizado por um profissional da saúde. Portanto, a mamografia deve ser feita anualmente.

Por que ter vergonha? Converse com o seu ginecologista sobre as anormalidades que você observa no órgão genital. A maioria das infecções vaginais e doenças sexualmente transmissíveis são detectadas com exames e podem ser tratadas sem grandes dificuldades caso você procure orientação médica logo no início dos sintomas

Para o ginecologista, a grande importância dos dois exames é a prevenção do câncer de colo de útero e de mama. “É preciso diagnosticar essas doenças antes que elas se desenvolvam, para garantir a cura. Caso contrário, o câncer em estágio avançado é apenas controlado, mas não é curado”, explica. Mulheres diagnosticadas precocemente, se tratadas adequadamente, têm praticamente 100% de chance de cura, conforme pesquisas do INCA.

 

Consultoria: Dr. Afonso Nazário, Ginecologista e Obstetra, coordenador e Chefe do Departamento de Ginecologia da Unifesp.

Foto: Gelpi José Manuel/Glow Images/Latinstock

Mais lidas