Sexo pela internet: dicas e cuidados

Avalie

Transar com aquela pessoa dos seus sonhos, que lhe desperta os desejos sexuais mais profundos. Fazer sexo enquanto outro casal, bem ao lado, também está em um clima quente. Dizer todas as loucuras que nunca teve coragem de revelar ao outro na cama, mas que excitam demais você. Gemer alto, sem medo de assustar o par. Transar com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, sem preocupação com qualquer tipo de doença sexualmente transmissível. Essas são apenas algumas das vantagens de praticar sexo virtual, que não coloca limites para a imaginação, mas sem deixar de proporcionar momentos de muito prazer. Tirando o contato físico com o outro, que não existe nesse tipo sexo, vale o que você tiver vontade!

 

Foto: Thinkstock e Getty Images

Foto: Thinkstock e Getty Images

Vá para a rede
A primeira coisa a se fazer quando deseja praticar sexo virtual é procurar um programa de conversação específico para esse fim na internet. Existem vários sites e redes sociais que possibilitam conhecer pessoas do mundo todo: todas a fim de gozar muito!

Encontre o par ideal
Para começar a estabelecer um diálogo com alguém, faça perguntas básicas, se apresente, diga de onde é, idade, e por aí vai. Quando sentir que já há um mínimo de laço entre vocês, esquente o papo e deixe sua inspiração agir: vale escrever sacanagens, contar seus desejos e fantasias… Vá descrevendo ao outro cada reação do seu corpo: se ele está esquentando, se a excitação já chegou, o grau do seu tesão, se está perto de gozar… Diga onde você está se acariciando e em que parte do corpo do outro gostaria de pegar, beijar, lamber, morder. Deixe a imaginação rolar!

A força do anonimato
No sexo virtual, uma das coisas que mais provoca tesão é o anonimato. O mistério que envolve a situação, sem saber ao certo com quem você está se relacionando, como de fato é a pessoa que está do outro lado, mexe com a fantasia e provoca ainda mais excitação sexual. Alguns até preferem enviar fotos com o corpo nu ou apenas com roupas íntimas provocantes, antes de iniciar a troca de mensagens mais eróticas. Mas, nunca se sabe ao certo se aquela imagem representa o outro de fato. Procure não mostrar o rosto ou se expor demais quando enviar uma foto, para não correr o risco de, no futuro, ter o prazer transformado em transtorno.

Experiência que apimenta
Se entregar ao sexo virtual pela primeira vez se torna uma ferramenta e tanto para apimentar o sexo real, tornando seus dias e noites mais ardentes. Você perceberá que testar posições, trazer apetrechos e inovar técnicas fluirão sem problemas!

Não fique só no virtual
Por mais prazeroso que seja, o sexo virtual não pode jamais tomar o lugar da transa real. Se a pessoa prioriza os encontros eróticos pela internet, pode ser um sinal de que ela sofra do medo da rejeição na cama. Se isso acontecer, vale a pena uma boa conversa com o par para ganhar autoconfiança.

Mais lidas