Pornô para mulheres

Avalie

Quem acha que o interesse por pornografia é exclusividade dos homens está muito enganado. As produtoras de filmes pornográficos conseguiram enxergar um grande público feminino a fim de consumir seus produtos, mas para isso, foi preciso uma reestruturação no roteiro das histórias. Afinal, até existem mulheres que gostam de ver o sexo desenrolar em menos de cinco minutos, mas a grande maioria ainda prefere coisas mais reais e românticas.

Confira algumas sugestões de filmes voltado ao público feminino:

 

Foto: Thinkstock e Getty Images

Foto: Thinkstock e Getty Images

 

Five Hot Stories For Her – Erika Lust

Erika Lust é uma sueca premiada diretora de filmes pornôs voltados ao público feminino, entre eles “Five Hot Stories For Her”, um compilado de cinco curtas-metragens. Segundo ela, o que excita as mulheres é conhecer em profundidade os personagens, ver como eles de despem, como se beijam e como fazem amor. “Nós, mulheres, sabemos o que queremos ver: pessoas reais em situações reais”, afirmou à revista Época.

Confira o trailer do filme:

O projeto mais recente de Erika se chama XConfessions, um projeto em que ela recebe centenas de histórias anônimas de seus fãs e espectadores e transforma em curtas, que dão origem a um filme. “É o meu melhor projeto até o momento, porque ele é inspirado pelas paixões, o sexo e as ideias do meus fãs e seguidores”, afirma em seu site.

Clique aqui e veja outros trailers de filmes dirigidos por Erika Lust, inclusive, do projeto XConfessions.

 

A Taste Of Joy – Petra Joy

Outra diretora conceituada no mercado pornográfico feminino é a alemã Petra Joy, que trabalhou por mais de 20 anos em produção de TV, mas que desde de 2004 se dedica à essa área. Veja o trailer  do filme “A Taste Of Joy”.

Clique aqui e confira outros trailers de filmes dirigido por Petra Joy

 

Secretary – Steven Shainberg

Secretary, um filme de 2002 do diretor Steven Shainberg, não chega a ser um filme pornô, mas contém cenas de sexo e, inclusive, submissão. Na história, Lee Holloway (Maggie Gyllenhaal) é contratada para trabalhar como secretária de Edward Grey (James Spader) e os dois começam a se envolver e ter um relacionamento sadomasoquista. Este foi considerado o melhor filme da lista dos “Dez mais sensuais para ela” pela revista britânica SoFeminine. Será que serviu de inspiração para “50 tons de cinza”? 

 

Tags: , ,

Mais lidas