Procedimentos de beleza: cuidado!

Avalie

Fique por dentro dos riscos que a busca pela beleza pode causar à sua saúde

mãos de médico e rosto feminino

Foto: Thinkstock_e_Getty_Images

Eles prometem realizar verdadeiros milagres no nosso corpo: diminuem medidas, eliminam celulite, melhoram a pele…mas cuidado! Alguns procedimentos estéticos pode colocar sua saúde em perigo. Para tirar dúvidas, consultamos médicos especializados em tratamentos e cirurgias de beleza. Vale a pena dar uma olhadinha!

Peelings
Feito por quem quer clarear manchas na pele, o peeling ajuda a renovar as células e a rejuvenecer a pele. Procurado por pacientes com casos graves de acne e estrias, o procedimento pode ser químico ou a laser. Segundo o dermatologista do Portal Minha Vida, Dr. Anderson Zei, “peelings quase não oferecem riscos, exceto os mais profundos, que podem deixar a pele com novas manchas”.

Aumento dos lábios
Com a finalidade de dar mais volume aos lábios, esse procedimento de cerca de meia hora utiliza substâncias como ácido hialurônico, que é absorvido pelo corpo depois de 6 meses. Segundo o Dr. Anderson Zei, as aplicações podem causar hematomas e nódulos.

Depilação a laser
Ela promete eliminar, por cerca de 6 meses, os pêlos grossos e rebeldes do seu corpo. Para isso, essa depilação utiliza uma energia em forma de luz – o laser – para atingir a raiz do pêlo. O problema desse procedimento é o laser que, mal utilizado, pode queimar a pele e causar feridas.

Abrasão contra estrias
Com o uso de “lixas” em contato com a área afetada, o procedimento retira a camada superficial da pele estimula a produção de colágeno, uma proteína presente na pele que tem a função de manter as células unidas. Segundo Dr. Anderson Zei, esse procedimento pode “causar manchas ou cicatrizes mais profundas e até quelóides, quando não se tem o cuidado necessário na aplicação”.

Processos cirúrgicos, como colocação de silicone e lipoaspiração
Esses são procedimentos mais complicados, que só podem ser feitos em sala de cirurgia por médicos especializados em cirurgia plástica. O processo também envolve cuidados para uma boa evolução depois da cirurgia, ou seja, para que o resultado fique como esperado e não ocorram problemas de cicatrização. Segundo o membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e membro do Portal Minha Vida, Dr. Ruben Penteado, “os riscos são os mesmos de toda cirurgia, ou seja: infecções, hematomas, tromboses (grave inflamação nos vasos sanguíneos), reações à anestesia, além da possibilidade de problemas estéticos, como má cicatrização e resultados indesejados pelo paciente”.

Atenção!
– Antes de decidir fazer qualquer destes procedimentos, procure um médico (dermatologista ou cirurgião plástico) de sua confiança
– Pessoas com doenças de pele como psoríase e vitiligo podem piorar o quadro da doença com alguns procedimentos de beleza
– Cada tipo de pele se comporta de uma maneira ao uso de ácidos ou laser, podendo ocasionar problemas de cicatrização

Mais lidas